segunda-feira, 24 de março de 2014

IDF soma êxitos, graças a Deus!



Com uma área minúscula e recursos limitadíssimos, o pequeno Estado de Israel continua miraculosamente a bater o pé às superpotências do terror global. Que Deus abençoe estas raparigas e estes rapazes, que dão tudo - até a própria vida - em defesa da Liberdade e da Democracia, que são a guarda avançada do Mundo Livre contra o terrorismo e o supremacismo islâmico, que retribuem a incompreensão e o ódio que muitos lhes dedicam, com a dedicação total à causa do Bem.

O IDF (Forças de Defesa de Israel) desmantelou o mais longo túnel de terrorismo de Gaza descoberto até hoje. "Este túnel era destinado a ligar directamente Israel e Gaza, de modo a permitir que os terroristas do Hamas atacassem civis israelitas", disse o tenente coronel Peter Lerner, porta-voz do Exército israelita. "Túneis como este são construídos para ajudar os terroristas na execução dos seus atentados. Os terroristas de Gaza têm utilizado esses túneis para infiltração, assassínio e rapto de cidadãos israelitas."


Um aspecto do túnel agora desmantelado 

- Não se devem fazer esperar as vozes indignadas a condenar a destruição de mais este túnel. No entendimento dos supremacistas islâmicos, dos nazis e dos antissemitas em geral, a auto-defesa de Israel é um atentado aos Direitos Humanos dos terroristas - o direito de matar israelitas, pois então!

Só nas últimas semanas já tivemos vozes indignadas a condenarem a destruição destes túneis de terrorismo pelo IDF:



Já tivemos também a intercepção de um carregamento de armas para Gaza, vindas do Irão, operação que deixou os do costume num estado de fúria digno de dó:



E tivemos também um ataque massivo de mísseis de Gaza contra Israel  - que muito alegrou os palestinianistas. Mas o IDF, desmancha-prazeres incorrigível, resolveu responder, o que lhe tem valido a reacção raivosa do costume, nomeadamente da parte da Imprensa dominante:


E quem são os heróis? Não são robocops nem drones, são gente como a corajosa Monaliza Abdo, cidadã israelita, de etnia árabe, que, como nós, detesta ver as minorias serem oprimidas. Como tal, E ainda que não sendo obrigada, alistou-se no IDF para combater o terrorismo antissemita. Não foi apenas Israel que ela foi defender, mas o Mundo Livre em geral. Agradeça-lhe!

 

3 comentários:

  1. Ótimo.

    Olá!
    Também sou amigo de Israel. Sou Brasileiro, e comecei um novo blog cristão a respeito disso, se quiser acessar (não escrevi nenhuma postagem ainda):
    http://cristaossionistas.blogspot.com.br/

    Se pudermos fazer uma espécie de parceria. Será que eu poderia divulgar o seu blog no meu?
    Poderia ganhar público no Brasil.
    Se puder me ajudar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com todo o gosto, caro Gabriel.

      Abraço,

      José de Jesus

      Eliminar
  2. Obrigada Mona.
    Obrigada a todas as IDF -Que o senhor Deus vos ajude. Amén. il

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.