quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Um shofar em Nova Iorque


No século XXI da era cristã, alguém toca o shofar nas ruas de Nova Iorque, para saudar o Ano Novo judaico. Um costume com vários milénios, de uma antiga e pequena cultura de humildes pastores do Médio Oriente, ecoa a meio mundo de distância. 

O Novo Mundo foi um porto seguro para os judeus que fugiam de perseguições na Europa. Como em tempos a Europa o foi para outros judeus que fugiam da sua terra natal, muitas vezes invadida. Levaram as suas tradições, a sua cultura e o seu shofar.

O som do shofar convida à oração, à reflexão, evoca esperança e lembra os judeus da presença do Eterno.

Mesmo os que não professam o Judaísmo, ou os que não têm religião, apreciam o valor cultural deste costume. No vídeo, é manifesto o bom acolhimento dos transeuntes a este "happening" - para usar linguagem dos nossos dias. Grande parte das pessoas, na actualidade, aceita outras expressões religiosas e culturais, acolhe a diversidade e reconhece aos outros os mesmos direitos de que desfruta. É assim em Nova Iorque, é assim em Israel e no mundo livre, e esperamos que esta visão democrática e plural persista.

O shofar anuncia o Ano Novo judaico, e lembra que um dia, que todos esperam que chegue em breve, terá início uma nova era, de paz e entendimento, sem mais guerras. A era messiânica é uma aspiração de sempre na tradição hebraica.

O shofar é feito a partir de um chifre de carneiro ou de outro animal kosher (falaremos disso um dia), e é talvez o mais antigo instrumento de sopro que a Humanidade concebeu. Compensa as suas naturais limitações com um carisma assinalável. E faz-se assim:




Há três ou quatro mil anos, se você quisesse um shofar, teria que começar por caçar um kudu, e depois passava uns bons três meses a aperfeiçoar o instrumento. Hoje, graças à Internet, e caso não queira ter a trabalheira de fazer um shofar, pode encomendar em lojas online como a  HolyShofar.com. Em poucos dias terá um shofar na sua caixa de correio, para pôr em cima da lareira ou para intrigar os vizinhos.




A próxima geração de fabricantes e tocadores de shofar

1 comentário:

  1. http://hamzaabdullah357.blogspot.pt/2014/09/o-islao-e-violencia.html

    Vozes das bestas

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.