terça-feira, 10 de junho de 2014

Reuben Rivkin não pede desculpas por existir!


Antes de mais, o nosso obrigado a Shimon Peres!
Reuben Rivkin é o décimo presidente de Israel. Um homem honesto, sincero, justo e simples, que ama a nação judaica e o povo judeu, e que luta pela sua integridade e segurança.
(No jargão esquerdista islamófilo, estas qualidades equivalem a ser-se "de linha dura" e outros disparates desse conhecido padrão moral invertido. Pois seja!)
Reuben Rivkin chama os bois - e as vacas  - pelos nomes. Terroristas são terroristas, o Bem é o Bem e o Mal é o Mal. Uma lufada de ar fresco no mar de eufemismos rançosos em que vivemos, na falta de respeito pelas vítimas do terror e pelos cidadãos honestos, patriotas e cumpridores!
Reuben Rivkin é humano, realista e pragmático. Não o veremos (a menos que o Poder o mude muito), a pedir desculpas pelo direito inalienável de Israel a EXISTIR - como qualquer outro povo e país do Mundo! Não importa quanto os terroristas e os dementes cultivadores do ódio clamem pela aniquilação de Israel.
Reuben Rivkin é moderado no trato, conciliador, e até a esquerda mais recalcitrante o escolheu para Presidente.
Reuben Rivkin é a resposta às nossas preces. Há muito que ansiávamos por um líder israelita com uma maneira de ser como a nossa (mas em bom, claro!). Que Deus o ajude a manter a paz e a segurança em Israel, que lhe traga um consulado de prosperidade e alegria. E que lhe dê forças para desempenhar um cargo tão exigente.

E haja alegria, que tristezas não guardam fronteiras! Mais uma rodada de Happy, que hoje é Dia de Portugal, um dia feliz para Israel e o dia dos meus anos! :-)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.