quarta-feira, 25 de junho de 2014

EUA e UE cúmplices no sequestro (continuação)

Continuação de

EUA e UE cúmplices no sequestro

 

Opinião: Cumplicidade da Europa e dos EUA   no Sequestro cometido pelo Hamas


Pelo coronel Richard Kemp, membro sénior do Gatestone Institute. Kemp passou mais de 30 anos de carreira no exército britânico, na luta contra o terrorismo e a insurgência.
Ashton, sempre pronta a condenar Israel, levou cinco dias para denunciar este sequestro. As suas palavras e acções têm legitimado e incentivado o Hamas. A sua falta de acção em face de ataques terroristas repetidos reforçou as convicções do Hamas.

Esta atitude perante o sequestro vai valer os favores dos novos melhores amigos de Ashton no Irão. Também desesperado para apaziguar os aiatolás, o secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, anunciou esta semana a reabertura
da embaixada britânica em Teerão, fechada em 2011, depois de ter sido saqueada sob as ordens do governo iraniano.  

Há relatos dos serviços de informações militares, partilhadas entre os EUA e o Irão na presente crise no Iraque, que demonstram que há apenas alguns anos, largo número de soldados americanos e britânicos foram chacinados com munições iranianas fornecidas aos terroristas treinados, equipados e dirigidos por Teerão e pelo seu procurador terrorista libanês Hezbollah.

Com Ashton e o Ocidente tão acolhedores para os aiatolás, os aiatolás estão novamente a aproximar-se do Hamas. Há algumas semanas, Hassan Nasrallah, líder do Hezbollah, encontrou-se com líderes do Hamas, com ofertas para resolver as divergências entre o Irão e o Hamas, que surgiram durante o conflito sírio. O Hamas - isolado no Egipto após o desaparecimento do regime da Irmandade Muçulmana - parece desesperado para restaurar boas relações com a tirania iraniana. 

O Irão está igualmente entusiasmado por trazer o Hamas de volta ao redil: o Hamas continua a ser um importante instrumento para o objectivo primordial e declarado dos aiatolás: destruir o Estado de Israel.


Angústia dos Pais 'deve ser inimaginável' 

Nestas circunstâncias, não é de excluir a probabilidade de que o sequestro dos três adolescentes tenha sido um gesto de boa vontade do Hamas para com os aiatolás.É difícil não se ficar gelado até aos ossos com o pensamento de que estes três adolescentes - que poderiam ser os nossos próprios filhos ou irmãos - estejam a passar noite após noite nas mãos de cruéis terroristas ... ou pior. A angústia dos pais e dos parentes dos jovens deve ser inimaginável.



Os três jovens são comparados a roedores, na página oficial da Fatah no Facebook
Entretanto, entre a população árabe palestina da Cisjordânia e de Gaza, incluindo as crianças, um novo símbolo surgiu - a saudação de três dedos, significando alegria pelo sequestro de três jovens inocentes. Entre as muitas fotos profundamente perturbadoras que os palestinos divulgam, com recurso a computadores e impressoras, a mais repugnante é, provavelmente, um desenho de três ratos, cada um com a estrela de David, pendurados numa cana de pesca, publicado na página oficial da Fatah no Facebook.

Tais celebrações, incluindo a distribuição de doces nas ruas, tem sido generalizada. O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas condenou os sequestros, e seu aparelho de segurança tem mostrado abertura para a operação de resgate israelita. No entanto, ao trazer os terroristas do Hamas para o seu governo, Abbas é responsável pelo sequestro, além de que permite e participa na forma chocante como o seu povo tem comemorado o acto terrorista. A sua Autoridade Palestina é incansável na divulgação de propaganda anti-israelita e anti-semita, maliciosa e fraudulenta, incluindo imagens de inspiração nazi, nas escolas, em programas de TV e em livros e revistas. Tanto os EUA como a UE. pagam os salários dos terroristas palestinos. EUA e UE financiam também esta propaganda e incitamento ao ódio, incluindo a divulgação das imagens aplaudindo o sequestro dos jovens.


Crianças nas áreas sob administração da Autoridade Palestina são encorajadas a celebrar o sequestro feito pelo Hamas com a saudação de três dedos. (Foto: IDF)

 (CONTINUA)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.