terça-feira, 24 de junho de 2014

Jovem israelita morto em ataque sírio




Jovem árabe-israelita morre em ataque vindo da fronteira com a  Síria

Um adolescente israelita foi morto e outros dois ficaram feridos na fronteira com a Síria, naquilo que o exército israelita considera um "ataque deliberado" contra civis. 


Uma explosão na fronteira síria matou um cidadão árabe-israelita de 15 anos e feriu outros dois - incluindo o pai do rapaz, que está em estado grave. Em resposta, as Forças de Defesa de Israel (IDF) dispararam contra instalações militares na Síria.

"Este não é um caso de fogo perdido, trata-se de um ataque intencional", disse o porta-voz do IDF, o tenente-coronel Peter Lerner. "O IDF continuará a acompanhar a fronteira norte e a reagir em conformidade." 



Os feridos foram levados para o Hospital Rambam, em Haifa.



Soldados israelitas de infantaria Nahal em manobras nas Colinas de Golã. (Foto: Dan Bronfeld/IDF/Flash90)
Ao mesmo tempo, o exército israelita está à procura de três adolescentes israelitas sequestrados pelo Hamas. os serviços de informações de Israel indicam que os jovens estão na região da Judeia e Samaria, onde as tensões são elevadas. O porta-voz acrescentou que os ataques com mísseis a partir de Gaza sobre o sul de Israel também aumentaram.

(...) A explosão ocorreu no norte dos Montes Golã, perto dos territórios sob controle dos rebeldes sírios, mas não há confirmação sobre quem foi o responsável pelo ataque contra a criança israelita.

Aumenta a violência na fronteira da Síria

A violência do conflito sírio tem afectado regularmente Israel, particularmente nos últimos meses. 


Médicos do IDF tratam sírios feridos no hospital improvisado no norte de Israel. (Foto: Blog IDF)
Em Março, dois membros terroristas do Hezbollah tentaram plantar um dispositivo explosivo perto da fronteira. No mesmo mês, um dispositivo explosivo escondido foi activado contra soldados israelitas que patrulhavam a fronteira entre Israel e Líbano. Além disso, uma bomba feriu quatro soldados israelitas que viajavam no seu jipe ​​de patrulha perto da fronteira entre Israel e Síria.Israel é, muitas vezes, o porto seguro para os sírios feridos que conseguem atravessar a fronteira para buscar ajuda médica. Na verdade, o exército israelita estabeleceu até um hospital de campanha perto da fronteira. 


Recentemente publicámos a história de uma mulher grávida da Síria que cruzou a fronteira israelita para dar à luz e foi atendida no centro Médico Ziv, em Safed.





Mesmo que a senhora volte mais tarde para fazer explodir o Hospital, como acontece tantas vezes... Haverá país mais abnegado, mais cristão, que Israel?
------------------------------------------------------ 

O nosso mais profundo lamento por mais este inocente assassinado, mais estes inocentes feridos, mais esta família enlutada.  Não seja indiferente! Seja um Amigo de Israel, contra o terrorismo, contra o MAL!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.