sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Homem manda marido advogado insultar Ivanka Trump no avião

1. "DISCURSO DE ÓDIO"

Antes de irmos ao assunto, veja esta mensagem de Instagram de um dos envolvidos nos insultos à filha de Donald Trump:

Lasner postou uma foto de um estudante universitário vestindo uma velha t-shirt de apoio a Reagan / Bush e escreveu:
"Vi isto esta manhã esta manhã e fiquei seriamente doente. É nojento que os adolescentes possam achar isto divertido. Para mim, isto é discurso de ódio".
Agora vamos ver o que "não é discurso de ódio"...
2. INSULTOS NO AVIÃO
O marido de um advogado apoiante de Hillary Clinton fez saber ao Mundo através do seu twitter:

"Ivanka e Jared estão no Aeroporto JFK ... O meu marido já está em perseguição deles para os insultar".

"O teu pai está a arruinar o país", gritou Dan Goldstein, um advogado do Brooklyn, com um filho ao colo, à filha de Donald Trump.
Começou a gritar e a exigir saber porque é que Ivanka estava naquele avião e não num avião particular.  
Ivanka ignorou-o e tentou distrair os seus filhos com lápis de cera enquanto o homem a insultava.
Um passageiro disse mais tarde que Ivanka disse à segurança e ao pessoal de voo que não queria fazer do incidente um caso, para não provocar incómodo aos presentes, que teriam de ser retirados do avião, caso fossem tomadas medidas de segurança drásticas.

Ivanka Trump distraiu os seus filhos com lápis de cera enquanto o homem a insultava e zombava das crianças.

 Se percebe Inglês, este vídeo é interessante.


3. JAMAIS ACONTECERIA COM OS OBAMA OU OS COM OS CLINTON...


A Jet Blue é low-cost...

A filha e o genro do homem que a Esquerda odeia (entre outras coisas, porque é rico), apanharam o avião da companhia popular JetBlue, e viajaram em classe económica.
A filha e o genro do homem que a Esquerda odeia (entre outras coisas, porque é o homem mais poderoso do Mundo e não é de Esquerda), viajam entre as pessoas comuns - como pessoas comuns que são, pois quem foi eleito foi o pai e sogro e não eles.
A filha do homem a quem a Esquerda chama anti-semita (a Esquerda é anti-semita, mas usa essa arma quando lhe convém) é casada com um rapaz judeu e converteu-se ao Judaísmo. O que equivale a dizer que a filha, o genro e os netos do papão anti-semita Donald Trump, são judeus.
Mas a Esquerda e a Verdade não se entendem...


A notícia na FOX NEWS.


4. IMPRENSA CALADA
A generalidade da Imprensa, que dedica aos Obama e aos Clinton uma adoração religiosa, sobrevoou  o acontecimento. Só jornais fasssssssitas como O Mail Online é que se dignaram noticiar.
Alguém imagina o que não iria por aí se alguém fizesse o mesmo à filha de Hillary Clinton ou às filhas de Barack Hussein Obama? A esta hora, o ofensor estaria preso. Mas a Trump e à família pode-se insultar, ameaçar de morte (há apelos de esquerdistas para assassinar Trump) e nada acontece. Este homem, sendo advogado, sabe perfeitamente que pode fazer o que quiser às pessoas de Direita e seus familiares.
Não que os líderes de Esquerda deixem os filhos andar por aí misturados como povão, é claro...
Um tweet de Matthew Lasner (que mandou o marido insultar Ivanka) a convocar protestatários contra a eleição de Trump, para "acabar com o fascismo"...
 
5. LAVAGEM AO CÉREBRO

Matthew Lasner, que mandou o seu marido importunar Ivanka e a família, é um militante entusiasta contra Donald Trump, a quem chama fascista, e tem participado nas manifestações contra a eleição democrática em que Hillary foi derrotada:

Valentes 'Guerreiros da Justiça Social' contra a Democracia... 
Matthew Lasner e Dan Goldstein são de Esquerda. Na maior parte dos países socialistas seriam executados, ou presos e condenados a perpétua. 
Em qualquer país islâmico (os apoiantes de Hillary são pró-islâmicos) seriam executados, ou presos e condenados a perpétua. 

O casal Matthew Lasner e Dan Goldstein.

Estes dois rapazes são daquelas pessoas gay a quem os media e certos políticos e académicos fizeram uma lavagem cerebral.
Vivem num país onde podem casar e adoptar crianças, onde gozam de TODOS os direitos de quaisquer outros cidadãos, mas crêem-se vítimas de perseguição homofóbica.
Mas não são tão tontinhos que não saibam que podem assediar Trump e a família impunemente.

6. LOUCURA TOTAL

10 Países em que os homossexuais são punidos com a morte (todos islâmicos). Vídeo de uma organização LGBT:


O ISIS (aliado de Hillary Clinton) executa homossexuais atirando-os de edifícios:



Comandantes do ISIS mantêm relações sexuais com os recrutas:


Apoiantes de Hillary/Obama:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.