segunda-feira, 18 de julho de 2016

Turquia: Islamistas de Erdogan torturam e lincham jovens soldados

O PAÍS QUE QUER ENTRAR NA UNIÃO EUROPEIA:


BÁRBAROS! BESTAS HUMANAS! - Após o Golpe de Estado falhado, na Turquia, que talvez tenha sido propositadamente falhado, os jovens soldados (que pouparam os islamistas) foram entregues à fúria da multidão islamista.


Homens de Erdogan comportam-ser como os terroristas do ISIS com os soldados do Golpe

As imagens do Partido Islâmico Justiça e Desenvolvimento (AKP) a torturarem soldados golpistas chocaram o mundo nas redes sociais.

Sites árabes mostraram as mesmas imagens de soldados turcos mortos por militantes islâmicos. 

Outros soldados foram espancados com chicotes e cintos pelos islamistas, na manhã de sábado, 16 de Julho de 2016, em Ancara, na sequência do golpe fracassado na Turquia.


Proverbial cobardia e sadismo islâmico, exercido sobre os jovens soldados que cumpriram ordens, que não atacaram a população - e que, para cúmulo, talvez tenham participado, sem o saberem, numa encenação do próprio Erdogan.

Após ter amordaçado a Imprensa e posto os jornalistas na prisão, condenados a penas de centenas de anos, o "democrata" Recep Tayyip Erdoğan prepara-se agora para exercer a tirania e a barbárie islâmica generalizada e instituída.

Sob o pretexto de "defender a democracia", as forças de segurança na Turquia, apoiadas por militantes islâmicos, têm carta branca para abusar de qualquer prisioneiro que caia nas suas mãos.

O destino dos soldados do golpe não poderia ser mais incerto,
como testemunham as cenas de linchamentos públicos.


Entregues à sede se sangue dos islamistas, muitos jovens soldados foram esquartejados.
 
O Exército e a Polícia também receberam o apoio incondicional do Partido da Justiça e Desenvolvimento Islâmico (AKP) para perpetuarem a impunidade nas prisões, neste país muçulmano. Humilhações e maus tratos serão permitidos se forem cometidos sob o falso pretexto de "proteger a democracia".

A contínua falta de respeito pelo Direito Internacional e pela dignidade humana na Polícia e no Exército da Turquia é tão impressionante quanto desprezível.

Acabados de sair da adolescência, os soldados foram literalmente entregues às feras.



Qual é a diferença entre os homens de Erdogan e os terroristas do ISIS?

Em muitos casos, o tratamento dado aos soldados golpistas tem semelhanças notáveis com métodos de tortura do ISIS.

Ambos (Erdogan e ISIS) têm a mesma ideologia e o mesmo objectivo: os primeiros agem em nome da democracia (em que eles não acreditam), os segundos agem sem hipocrisia nem cálculo político. Os primeiro dão tempo ao tempo até atingirem a meta, os segundos estão com pressa.

Soldados turcos foram mortos com facas e machados:



Informações chegadas da Turquia relatam que os soldados golpistas estão a sofrer abuso sistemático e tortura cometidos por detrás das paredes do centro de interrogatório dos serviços de informações de Ancara.

Testemunhos documentados, reunidos por grupos de Direitos Humanos, mostraram que os homens interrogados sofrem abuso físico, privação de sono, ameaças ou combinação de abuso e outros tratamentos degradantes.

Imobilizados durante horas, amarrados a uma cadeira, mãos e pés atados, não podem exercer os seus direitos de defesa. Foram também impedidos de ver um advogado, no inferno do centro de informações Ankara.



 Islamistas desancam os jovens soldados. 

Lembramos que a Turquia criou apoia o ISIS.
  

Os movimentos de defesa dos Direitos Humanos afirmam que desde 2003, o uso da tortura em prisões na Turquia aumentou e tornou-se sistemático. Violações das Convenções contra a Tortura são agora comuns, uma vez que o regime de Erdoğan se reforçou.

Durante este tempo, os muçulmanos em todo o mundo têm mostrado o seu apoio a Erdogan e acham que estes soldados golpistas merecem as torturas bárbaras a que são submetidos.


© Souhail Ftouh para Europe Israël

Pode reproduzir o artigo com a menção acima. Interpolámos comentários a castanho. Não queremos ter muitas visitas neste blog. Queremos encorajar a que as nossas visitas procurem e explorem sites como este - clique no logótipo, sff:


http://www.europe-israel.org/

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.