quarta-feira, 27 de julho de 2016

Muçulmano esperava o Papa na Polónia (com EXPLOSIVOS)


O Papa está de visita à Polónia (para envergonhar os polacos, tentando que estes aceitem mais colonos muçulmanos). Até agora, e que tenhamos notado, o pontificado de Francisco I tem consistido basicamente em acelerar o processo de submissão do Mundo Livre ao Islão. 
Enquanto os cristão são chacinados pelos islamistas (11 a cada hora, em média). Mas isso não interessa a ninguém. São só uns cristãozecos lá do Médio Oriente.
Decerto em sinal de agradecimento, um muçulmano aguardava o Papa na Polónia, carregado de explosivos. 
Vale a pena (re)ler: 

Os "refugiados" e o Holocausto dos Cristãos


(Mmmm... lembrou-me agora de que Francisco I também se tem notabilizado por criticar duramente a intenção de Donald Trump de erguer um muro para defender as fronteiras dos EUA da entrada de terroristas).

(E ele percebe de muros - vive na cidade do Vaticano, protegida por sólidos muros, por causa dos ataques dos muçulmanos!).


FRANCISCO I BEM SE ESFORÇA PARA DESTRUIR OS "ESTEREÓTIPOS", COITADO...

Francisco I disse no domingo que equiparar Islão a violência estava errado e pediu aos líderes muçulmanos para emitirem uma condenação global do terrorismo para ajudar a dissipar o estereótipo. Ontem sacrificaram um padre frencês em honra do deus Alá.   Há "estereótipos" tramados. 

"Iraquiano preso na Polónia antes da visita do Papa Francisco I"
DW, 25 de Julho, 2016:
Um homem iraquiano de 48 anos de idade foi preso sob acusação de posse de explosivos na Polónia. A prisão ocorreu em Lodz, antes da visita do Papa Francisco à  Polónia para o Dia Mundial da Juventude.
(...) O homem pode cumprir até oito anos de prisão se for condenado sob a acusação de posse ilegal de explosivos (...).
Vestígios de explosivos foram encontrados na bagagem e roupas do homem, em hotéis em Lodz e Cracóvia, disse o canal de notícias Polsat News. O homem foi detido num hotel em Lodz no domingo, e estaria na posse de notas sobre a preparação de actos terroristas contra supermercados franceses na Polónia.
(...) O porta-voz judicial, Lodz Pawel Urbaniak, disse nesta segunda-feira que a identidade do homem está a ser investigada, pois tinha documentos "muito básicos" com ele. A Polsat News disse que o homem chegou à Polónia há duas semanas, depois de ter sido expulso da Suécia e ter vivido na Suíça.

 -------------------------------

- Realmente, os pobres muçulmanos têm azar! 
Só nos dias mais recentes e aqui na Europa, tivemos uma multidão esmagada por um camião em Nice/França, uma mãe e duas filhas esfaqueadas em França, um ataque à machadada num comboio na Alemanha, uma senhora grávida assassinada à facada na Alemanha, um bar que foi pelos ares na Alemanha e vários mortos, 9 crianças assassinadas a tiro em Munique/Alemanha, um ataque a tiro num centro comercial na Suécia, e ontem, o sacrifício humano de um padre francês ao deus Alá, na igreja onde exercia o seu sacerdócio. Etc., etc., etc.. A cada hora há novos ataques.
E logo por azar e pouca sorte, os terroristas são sempre muçulmanos a gritar "Alahu Akbar"!!! 


 A propósito, a Polónia está a preparar-se para o Apolcalipse jihadista e os cidadãos estão a organiuzar-se em grupos para-militares, em sintonia com as forças armadas regulares! Estúpidos! Não sabem que Islão é Paz!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.