sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Sukkot feliz desde a Cidade Santa de Jerusalém!




O Mercado Mahane Yehuda prepara-se  para o Sucot

O Sucot é uma festa de alegria e os israelitas adoram comer! No famoso mercado Mahane Yehuda, em Jerusalém, vive-se uma atmosfera de antecipação de festividades.


Para muitos dos moradores de Jerusalém, o mercado Mahane Yehuda é um destino de eleição para comprar mantimentos e bens de consumo. Ao contrário do modelo comercial do supermercado, o mercado Mahane Yehuda, conhecido por muitos como o 'shuk', está cheio de pequenas lojas locais, cada uma especializada numa determinada mercadoria.

O pão é comprado na padaria, frutas na loja de fruta, bebidas na loja de bebidas, carne no mercado da carne, etc.. Há também muitas lojas concorrentes com vendedores gritando para atrair clientes. Isso torna as compras pré-feriado coloridas e uma aventura, pois requer espera em muitas filas, lidar com diferentes caixas, e o preço final, muitas vezes, envolve um pouco de negociação.

Durante o Ano Novo judaico, o Rosh Hashana, por exemplo, o shuk está cheio de vendedores de maçãs e mel, e de presentes, para que os clientes possam desejar aos seus amigos um bom e doce ano novo. Caminhe pelo shuk na época do Hanukkah e irá encontrar menorás para venda, em honra do Festival das Luzes.

Agora, durante os dias que antecedem o Sucot, a Festa da Alegria, além de todos os deliciosos alimentos, os itens especiais à venda são conhecidas como as quatro espécies.

Designadas em hebraico como arba minim, as quatro espécies são: 'etrog', um citrino similar ao limão; 'lulav' - um ramo de tamareira; 'hadassim' - ramos perfumados de uma árvore de murta, e 'aravot' - ramos de salgueiro. Estas quatro plantas são agrupadas num ritual, com base no versículo bíblico do Levítico 23:40, em que Deus ordena aos judeus que "tomem no primeiro dia o fruto de árvores esplêndidas, ramos de palmeiras e ramos de árvores e salgueiros de ribeiras", a fim de se "alegrarem perante o Senhor vosso Deus por sete dias".

No Judaísmo, a mitzvah (mandamento Divino), como o agitar das quatro espécies, deve ser realizada com honra e graça. Quando uma pessoa vai às lojas nesta altura, está a realizar uma mitzvah, e não apenas a ir às compras. Trata-se de uma missão sagrada. O mercado Mahane Yehuda ajuda a cumprir esta missão através da criação de uma tenda gigante dedicada exclusivamente à venda das quatro espécies. Os vendedores vêm de toda a Terra de Israel para ajudar os judeus a cumprir esta mitzvá.

Dezenas de milhares de judeus, durante os dias após o Yom Kippur que antecedem o Sucot, passam por este espaço enorme à procura do melhor conjunto de quatro espécies. Muitas horas e muitos shekels podem ser gastos no processo!

Os feriados judaicos como Sukkot começam à noite, na tarde anterior ao feriado, e muitas vezes trazem compradores de última hora, numa corrida para completar as suas tarefas
e compras de pré-feriado. Pouco antes do pôr do sol, a tenda é completamente desmontada e desaparece, até à Festa da Alegria  no próximo ano.

Votos de Sukkot feliz desde a Cidade Santa de Jerusalém!


Nota: hoje é o 2º dia destas festividades, durante o qual se agitam as quatro espécies. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.