quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Jerusalém: ataque terrorista mata bebé

ACTUALIZADO 

 A cena do crime, hoje 
 
ATAQUE TERRORISTA, HOJE, EM JERUSALÉM
 

Vídeo vigilância registou o ataque 


Chaya Zisel Braun, de 3 meses, morreu; e o seu pai está em estado grave.
 
A jihad por atropelamento continua. No Canadá, por terroristas do ISIS, e em Israel, por terroristas do Hamas. 

Hoje, em Jerusalém, um bárbaro assassino do Hamas (que já serviu duas penas por terrorismo) matou uma bebé de 3 meses e feriu gravemente pelo menos sete adultos. O bando terrorista Hamas já reivindicou o ataque e está, como é habitual, a festejar a morte e a mutilação de judeus. Artigo completo e fotos no jornal The Algemeiner.

A esquerda palestinianista, fiel apoiante do Hamas (e até do ISIS!) naturalmente, junta-se aos festejos.




Os jihadistas matam crianças e culpam OS OUTROS de o fazerem!

O que a esquerda palestinianista queria era que a cerca de segurança entre Israel e Gaza fosse derrubada, ou que Israel não desmantelasse os túneis. Assim, em vez um atentado, teriam dúzias deles para festejar!
A ESQUIZOFRENIA ISLAMISTA E ESQUERDO-PALESTINIANISTA

O Hamas mata judeus. O ISIS mata cristãos, curdos, yazidis e muçulmanos não sunitas. Ambos os bandos terroristas, que disparam do meio dos civis, usam como argumento para os seus actos, a «morte de inocentes e de crianças».



A esquizofrenia islamista e esquerdo-palestinianista é assim: eles matam efectivamente crianças, mas dizem que os outros as matam!

O CÚMULO DO DESPUDOR


Como se não fosse suficientemente diabólico assassinarem crianças inocentes, os islamistas têm o inqualificável despudor de pegarem nas fotos das crianças que massacram e as apresentarem como vítimas... de Israel! Foi o que aconteceu com a foto da mesmíssima família Fogel. O site PaLIEstine dá conta destas e de outras atrocidades.

A IMPRENSA RAIVOSAMENTE TERRORISTA E ANTISSEMITA

O costume: o terrorista atira o carro para cima da multidão, mata um bebé e  deixa uma quantidade de pessoas feridas, e a Associated Press titula "POLÍCIA ISRAELiTA MATA HOMEM EM JERUSALÉM". Mais palavras para quê?


Na Imprensa portuguesa, ainda não encontrámos nada a respeito deste atentado.

O BEM TRIUNFARÁ
 

 Esta é uma amostra do horror que se seguiria a uma hipotética abertura de fronteiras e/ou regresso de "palestinos" e/ou anexação de Israel pelos islamistas e/ou cedência da Judeia e Samaria aos terroristas. Tal não acontecerá. Pelo menos como os terroristas e seus apoiantes o desejam.

Que Deus acolha a pequena hoje assassinada e dê o consolo possível à família. Que os feridos tenham rápidas melhoras. Que Deus proteja Israel e o Mundo Livre da barbárie islâmica. 

Algemeiner,
Algemeiner,
Algemeiner, October 22, 214
Algemeiner, October 22, 214

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.