sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Glick em estado grave. Abbas celebra.


Yehuda Glick
Vítima de ataque terrorista orou com os árabes no Monte do Templo, recitando versos do Corão

Neste vídeo, o rabino Yehuda Glick reza lado-a-lado com os árabes, recitando
mesmo  versos do Corão. Ele é um exemplo vivo de coexistência pacífica entre israelitas e árabes. Quarta-feira, um árabe de Jerusalém e membro da Jihad Islâmica, foi abatido a tiro após ter disparado sobre o rabino Glick.

O rabino Glick está em cuidados intensivos, agora, a lutar pela vida. Estamos a orar pela sua recuperação rápida e completa. Ele foi baleado três vezes à queima-roupa por um morador árabe de Jerusalém, que trabalhava no
Menachem Begin Heritage Center, organização que procura dar oportunidades a pessoas como ele, que esteve preso vários anos, por actos semelhantes.
O terrorista Mutaz Hijaz
No vídeo, pode ver-se claramente o rabino, em paz com os árabes, no Monte do Templo, orando com eles. A visão e a esperança expressa na Bíblia descreve um futuro em que o Terceiro Templo servirá como um farol espiritual para todas as pessoas.

O que podemos fazer para trazer uma melhor compreensão de Israel, o que irá contribuir para o cumprimento das promessas bíblicas de paz?

Como de costume, o movimento terrorista Fatah, do «moderado» Mammoud Abbas, celebra o feito «heróico» do terrorista, que foi abatido pela Polícia.

No Elder of Zion pode admirar alguns cartazes de incitação ao ódio e celebração do terrorismo. Como por exemplo este:
A legenda: "YEHUDA GLICK ESTÁ EM PERIGO DE VIDA E OS ISRAELITAS TODOS TAMBÉM".

- Pela minha rica saúde que não compreendo os israelitas. O que esperam eles para correr com os terroristas todos de Israel e retomar Gaza? Esperam talvez, que, os mesmos que os verberam quando se defendem, daqui a uns anos os acusem de não terem feito isso mesmo?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.