sábado, 18 de outubro de 2014

Islão - Franceses sob ataque




Já há quase 2 anos que o vimos afirmando neste blogue. Mas só agora, com a ascensão militar e mediática do ISIS, começou a ser menos politicamente incorrecto mostrar a realidade europeia sob a invasão muçulmana.

Com mais de 52 milhões de muçulmanos, a Europa está a perder a guerra demográfica que eles lhe declararam, e os europeus estão sob ataque. Por muito que façam para lhes agradar.  

Os europeus ainda não compreenderam que, na cultura islâmica, as tentativas de «apaziguamento» são SEMPRE lidas como SUBMISSÃO. 

Este é um dentre muitos documentários sobre a islamização da Europa. Neste caso de França. A Esquerda que pensa por meio de slogans, ao ver esta realidade, limita-se a ir buscar ao seu reduzido arsenal de chavões o que lhe parece aplicar-se aqui - «XENOFOBIA», por exemplo. É precisamente por causa dessa Esquerda que estamos nesta situação. E cá vamos, cantando e rindo, rumo a uma guerra civil generalizada. 

Mais uma vez sublinhamos que a Segurança cabe às respectivas forças especializadas e autorizadas legalmente a exercê-la. Ao demitirem-se de proteger os cidadãos dos ataques islâmicos, os políticos estão a abrir caminho a algo que há muito prevemos e não desejamos: a legítima defesa, as milícias populares.   

Acordemos, antes que seja tarde. A Frente Nacional, em França, não ganha eleições pelos seus lindos olhos, mas porque é a ÚNICA força que se opõe à islamização.


«O "politicamente correto" e o "multiculturalismo" estão a varrer a Europa e a causar transtornos com as suas políticas de imigração, na maioria das vezes influenciada pela Esquerda nos Governos.
O multiculturalismo e o "politicamente correto" são ideologias de ESQUERDA, que prega que todas as culturas devem ser igualmente valorizadas, promovidas e protegidas PELO ESTADO. Assim, em vez de o imigrante se adaptar à cultura do país que o acolhe, o Estado e os nativos desse país é que devem se desdobrar para assimilar a cultura do imigrante.

Cidadãos nativos franceses estão a sofrer violência por serem BRANCOS e por entrarem em zonas da França controladas  por imigrantes muçulmanos. O antissemitismo também ocorre e vem aumentando, causando um êxodo de judeus a Israel.
A menos que algo seja feito, com uma Política SÉRIA de imigração e controle dos seus territórios, a França corre o risco de ser TOMADA e DOMINADA por povos que NÃO ACEITAM O MODO DE VIDA E ESTILO OCIDENTAL. »


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.