quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Novo vídeo do Hamas apela ao massacre de judeus

 

O bando terrorista Hamas foi eleito pelo povo de Gaza para governar o território que Israel entregou aos Árabes, em troca da Paz. Em Gaza entram diariamente toneladas de bens de consumo que Israel envia. Os habitantes de Gaza são tratados nos hospitais de Israel. Em troca, dedicam-se em exclusividade à tarefa de matar judeus. Bombardeiam Israel, raptam israelitas, massacram os cidadãos de Israel. Sempre com preferência por crianças. Não há nem jamais houve no Mundo uma situação tão absurda.
 
O Hamas lançou um dos seus habituais vídeos, incentivando ao terrorismo contra os judeus.

Hamas (apoiado por personalidades e partidos políticos de Esquerda, aqui no Mundo Livre) entrou na onda do ISIS,  usando a Internet para divulgar os seus incessantes apelos ao terror.

Neste vídeo, o Hamas usa dois actores retratados como judeus que importunam meninos árabes que jogam futebol e que acabam por ser assassinados pelo herói "palestino".

Matar judeus é a mensagem do Hamas, da Fatah, e de todos os grupos que representam os colonos árabes em Israel. É com esta mensagem que a generalidade da Esquerda se identifica. É com esta doutrina que os jornalistas ocidentais vibram. É esta a agenda que a ONU defende. É esta realidade que o grande público desconhece.

Se Israel (ou qualquer outro país do Mundo Livre) fizesse um vídeo destes, toda a Imprensa divulgaria, todos os partidos condenariam, e a ONU reuniria de emergência.

VOCÊ pode ajudar a mudar a situação, espalhando a palavra, para que o mundo entenda, de uma vez por todas, de quem é a culpa pela violência, terror e morte.
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.