quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Israelitas resgatam náufragos sírios e iraquianos


Um grupo de navegadores israelitas deparou por acaso com um grupo de refugiados sírios e iraquianos que tinham naufragado ao largo da costa grega, e rapidamente os resgataram ao que teria sido uma morte certa.

Os refugiados mostraram-se muito agradecidos e não se mostraram contrariados por terem sido salvos por israelitas (os quais são ensinados a odiar, desde o berço). Na verdade, até beijaram os seus salvadores.

Dos onze refugiados, quatro
eram crianças e, infelizmente, uma criança já morta, a quem a mãe enlutada embalou nos seus braços toda a noite.

Alguém viu alguma coisa nos media? se não fosse este blogue ou outra fonte análoga, você saberia que este episódio aconteceu?

O povo de Israel não se envolve em actos de bondade na esperança de receber o reconhecimento dos media. Apenas faz o que todos os seres humanos deveriam fazer - estender a mão e ajudar os necessitados.
Pode ser que estes refugiados não o sejam verdadeiramente, e façam parte de uma maioria que aproveita para vir para a Europa, numa aventura (para não lhe chamar invasão). Mas o que fazer numa situação destas? Deixá-los morrer no mar?
Sem que detenham o exclusivo, os judeus foram pioneiros na descoberta da Consciência, na delimitação do Bem e do Mal, na consagração do que hoje chamamos os Direitos Humanos. O Judaísmo, e o seu Livro, a Torá, mais as obras subsidiárias como o Talmud ou o Midrash, são o código moral que marcou a Civilização Ocidental e o Mundo inteiro.
Além disso, os judeus sabem o que custa a perseguição e o sofrimento. É por isso que os vemos tratar nos hospitais de Israel os terroristas que acabam de assassinar os seus compatriotas. O caminho do Bem não é o mais fácil. Mas é o correcto.
Só é pena que acusem os israelitas de serem agressores, quando na verdade eles são as vítimas do terrorismo islâmico, como nós aqui no Ocidente começamos também a ser. É pena que os media mintam descaradamente e difamem Israel, com o mesmo zelo com que escondem episódios como este que hoje vos trazemos.
Está nas SUAS mãos mudar isso.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.