sexta-feira, 30 de outubro de 2015

1929 - Fanáticos árabes massacram judeus nas ruas de Jerusalém


O desenho do Le Petit Journal descreve a cena: judeus desarmados, chacinados com adagas e facas por terroristas árabes que invadem a sua cidade e queimam as suas casas. Nada mudou desde a invasão árabe da Terra de Israel, em 1920.
Nem os terroristas árabes deixaram de matar judeus inocentes, nem os judeus ainda conseguiram meter nas suas cabeças duras que é impossível tratar bestas sanguinárias como se fossem seres humanos.

- Abrimos a etiqueta "Intifada de 2015" para irmos relatando estas semanas de terror islamista em Israel. Repare nas semelhanças entre os cartazes actuais de incitamento ao genocídio dos judeus, com a capa do Le Petit Journal de 1929:


O 'LE PETIT JOURNAL' CONTINUA  A DAR LIÇÕES DE JORNALISMO

Hoje em dia, a Imprensa, apesar de toda a tecnologia, não põe o público a par da realidade, como fazia o Le Petit Journal. Graças à insistência de pessoas como nós e como o caro amigo que nos lê, a Fox News resolveu expôr a propaganda anti-Israel espalhada pelos principais meios de comunicação que cobrem os ataques terroristas "palestinos" contra civis e soldados israelitas.

Os media estão a ocultar a verdade quando dão notícias sobre Israel, como temos aqui demonstrado tantas vezes.

Carl Thomas
deu inúmeros exemplos, chocantes, de como os jornaleiros distorcem a verdade.

Os terroristas tornaram-se civis inocentes, enquanto vítimas do terrorismo se tornaram os agressores.

A única maneira de mudarmos isto é através dos nossos esforços em partilhar a verdade. Lamentamos que o vídeo não seja legendado.
Carl Thomas vem demonstrar, com exemplos, que isto não é jornalismo, isto é propaganda NAZI. Se não leu, leia sff o post anterior.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.