domingo, 30 de agosto de 2015

Padre iraquiano: "Estado Islâmico é a verdadeira face do Islão"



De acordo com os especialistas em contra-terrorismo, estão a entrar na Europa hordas de terroristas do ISIS, camuflados no meio dos "migrantes". O próprio ISIS admite que está a enviar "migrantes" aos milhões como arma psicológica para a submissão da Europa.

75% dos "migrantes" que entram na Europa são homens jovens. Com eles chegam terroristas do ISIS, como estes, que foram detidos com propaganda islamista e vídeos de decapitações nos seus telemóveis. 

Trazemos hoje o testemunho de alguém que está no terreno e passa pelo que as outras vítimas do chamado "Islão radical" passam. Aqui na Europa, quem se atreve a dizer o mesmo, é levado à barra do Tribunal. É o que está a passar-se com o Pastor James McConnell no Reino Unido, que declarou que a religião islâmica é maléfica.
NINGUÉM SE RALA COM AS VÍTIMAS DOS ISLAMISTAS. TODA A SOLICITUDE VAI PARA OS COLONOS QUE OS ISLAMISTAS PARA CÁ MANDAM, COMO MANDARAM EM 1920 PARA COLONIZAR ISRAEL.


PADRE CALDEU ADVERTE: "O CANCRO ESTÁ À VOSSA PORTA"
O sacerdote católico caldeu e ex-pároco da paróquia de Mar Eliya, em Bagdadpadre Douglas Al Bazi Joseph Shimshon, que agora exerce o seu ministério em Erbil (capital do Curdistão iraquiano), foi convidado do Encontro para a Amizade entre os Povos, organizado pelo movimento católico Comunhão e Libertação, que acontece em Rimini, Itália, todos os anos desde 1980, na comuna de Emília-Romanha.
A sessão deste ano teve lugar entre 22 e 28 de Agosto. Tal como tantos outros prelados lúcidos, confrontados com o Islão no Médio-Oriente, o padre Al-Bazi rompe com a cegueira dos políticos e também de muitos religiosos e ocidentais, e lança-nos um aviso que deve ser levado a sério ...
No domingo, 23 de Agosto, durante o grande Encontro Cristão de Rimini, que também atrai grandes personalidades do mundo político e económico, o padre Douglas Al Bazi Joseph Shimshon, natural de Bagdad e que agora oficia para os refugiados em Erbil, no Curdistão iraquiano, alertou os italianos e os europeus: "Aqui em Itália, os muçulmanos vivem entre vós e coabitam convosco. Mas quando é ao contrário, quando são os cristãos entre os muçulmanos, a coabitação é impossível."
Ele mesmo sofreu os abusos de muçulmanos, foi sequestrado e torturado durante nove dias, e agora está a trabalhar com outros refugiados cristãos que fugiram do avanço do Estado Islâmico. O padre Al-Bazi sabe do que fala.
O Estado Islâmico é a verdadeira face do Islão.
Os muçulmanos radicais do ISIS (Estado Islâmico) fazem o mesmo que Mohammed fez há 1.400 anos. "Os muçulmanos moderados provavelmente já não existem no Iraque", disse o pároco de Erbil, advertindo que as futuras gerações islâmicas serão provavelmente ainda piores.

Confrontado com o afluxo de muçulmanos, que vimos a rejeitarem os pacotes da Cruz Vermelha na fronteira da Macedónia com o pretexto de que eles não eram halal, o padre católico adverte os europeus:
"O cancro está à vossas porta. Eles vão destruir-vos.
"[...]" Nós, cristãos, somos o único grupo a ter visto a face do mal, o Islão", alertou mais uma vez o padre Al-Bazi. "Orem pelos meus irmãos, ajudem-nos, salvem-nos", pediu aos presentes, porque "o que acontece com o meu povo é um genocídio, e o único que o reconhece é o Papa Francisco".
"O CANCRO ESTÁ À VOSSA PORTA! ELES VÃO DESTRUIR-VOS!"

Os idolatrados Hamas, Hezbollah ou Autoridade 'Palestina', são a mesmíssima coisa que o ISIS, a Al-Qaeda ou o Boko-Haram. Só que estes últimos atacam-nos também a nós, não apenas a Israel.

Discordamos que os cristãos estejam a ser o único grupo a ver a face do Mal. Os yazidis, os curdos, os judeus, e basicamente todos os não muçulmanos e todos os muçulmanos realmente moderados, estão a ser alvo, todos os dias, da fúria da jihad islâmica. O terror é maior no Médio Oriente, mas ocorre um pouco por todo o Mundo. Basta seguir os acontecimentos nos media alternativos (ver na nossa barra lateral O TERRORISMO GLOBAL) e verificar a macabra contabilidade em sites como A Religião da Paz (que tem a opção de Língua Espanhola, para quem esteja menos à vontade com o Inglês).

O padre François Murad foi das primeiras vítimas globalmente faladas do Estado Islâmico. Foi decapitado pelos islamistas do ISIS, sob os urros de alegria de uma multidão de... "moderados":

   

Nessa altura, como agora, o discurso oficial dos políticos, dos jornalistas, dos analistas, dos clérigos na sua generalidade, é que se trata de "actos isolados de alguns fanáticos". Actos isolados que vitimam em média 11 cristãos por hora!

Já alertámos os nossos leitores de que está em curso uma invasão.Os "migrantes" não vão para os países islâmicos - alguns deles riquíssimos. Eles são enviados da Líbia para a Europa pelo próprio ISIS, para nos destruírem por dentro.

Chegam bem alimentados, felizes, prontos a juntarem-se aos mais de 52 milhões de colonos muçulmanos que já estão a parasitar e destruir a Europa. 

No post Os Cagalhões Desprezíveis partilhámos o testemunho de uma francesa que vive numa área já dominada pelos "migrantes". Esta é uma filmagem da alegria e animação que reinam num campo de "refugiados", na Hungria, onde se grita a plenos pulmões a proclamação supremacista e terrorista de Allah Akbar:



Na série de posts intitulada A Invasão Que Eles Escondem, demos um la-mi-ré de toda esta desgraça. Aconselhamos os leitores a consultarem a nossa secção GUERRA DEMOGRÁFICA. E lembramos que este blogue está longe de ser exaustivo. É um pequeno esforço de consciencialização, para que cada vez mais gente acorde e olhe para o exemplo de Israel, cercado e infiltrado por terroristas e bárbaros islamistas.

LEIA OU RELEIA:

A Invasão que eles escondem - 1

A Invasão que eles escondem - 2

A Invasão que eles escondem - 3

A Invasão que eles escondem - 4 

 A Invasão que eles escondem - Conclusão

 

 Descubra as diferenças entre os nazis e os terroristas islâmicos:


JÁ PERCEBEU?

2 comentários:

  1. "como este terrorista do ISIS, que foi fotografado quando entrou na fronteira da Macedónia como refugiado, dissimulado no meio de tantos outros."

    Ele lutou contra o ISIS, dê uma procurada antes de postar qualquer coisa.

    http://news.yahoo.com/syrian-rebel-leader-seeks-europe-fleeing-govt-jihadis-163636165.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lucas Mendes,

      Gratos pela correcção. As nossas fontes desta vez, pelos vistos, não estavam correctas. Ainda assim, eu preferia que eles não continuassem a trazer as guerras endémicas que caracterizam o Islão aqui para a Europa.

      Já actualizámos o post, como algumas hiperligações sobre a invasão da Europa que o próprio ISIS anuncia, e com algumas hiperligações que dão conta da descoberta de mais terroristas que chegam com os "migrantes".

      Obrigado por nos ler.

      Corrija-nos sempre, sff..

      José J.

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.