quarta-feira, 19 de agosto de 2015

BDS põe estrela amarela em Matisyahu


PASSE PELO FACEBOOK DO MATISYAHU E DEIXE O SEU APOIO! NÃO DEIXE O (ISLAMO)NAZISMO VENCER!

Eles aí estão, à luz do dia, passados escassos 70 anos, outra vez a contarem judeus, a assassinarem-nos, a vedarem-lhes a entrada em cada vez mais lugares. Matisyahu, a maior estrela de reggae de sempre não natural da Jamaica, Norte-Americano e judeu, denunciou os organizadores do festival Reggae Sunsplash, por se terem curvado à agenda nazi da organização BDS (Boicote, Desinvestimento, Sanções), que exigiu o cancelamento da sua actuação. 

"Sinceramente, parece-me absurdo e ofensivo que, sendo eu o único músico judeu e norte-americano convidado para actuar no festival, tentem coagir-me a fazer declarações políticas" - declarações de Matisyahu.

No bando pró-terrorista neo-nazi BDS militam indivíduos de tão fraca moral como o nazi Roger Waters, também conhecido como o Porco Rastejante. Ou o também nazi Elvis 'Fucking' Costello, que actua no Festival nazi de Heineken Jazzaldia de Donostia, onde se grita a plenos pulmões slogans como "MENOS LOCUTORIOS Y MÁS CREMATORIOS" ou "6 MILLONES MÁS A LAS CÁMARAS DE GAS".


«Se o Elvis "Merdas" Costello não quer dar um concerto em Israel porque subitamente descobriu a compaixão pelos palestinianos, bom para ele. Mas eu tenho uma regra absoluta:
Até que veja um país árabe, um país islâmico, tornar-se uma democracia, continuarei a não perceber como é que alguém pode ter problemas com o modo como esses países são tratados.»

John Lydon, dos Public Image Ltd., a.k.a. Johny Rotten dos Sex Pistols

Matisyhahu foi alvo de chantagem: ou assinava um documento a favor de um Estado árabe "palestino" substituir o Estado Judaico de Israel, ou era afastado do cartaz. Foi afastado. Sites de música como o da Rolling Stone ou da Billboard têm noticiado o boicote a Matisyhahu, e o  Jerusalem Post falou com Jorge Ramos, um dos hippies-nazis envolvidos na segregação do cantor judeu: 
"Ramos repetiu os velhos slogans de que o  BDS 'se opõe a todos os tipos de racismo', que ele disse incluírem o antissemitismo, a homofobia e a islamofobia'. Quando interrogado sobre se artistas de outras partes do Mundo também devem ser obrigados a assinar documentos opondo-se a diversas crises humanitárias, como as guerras na Síria ou no Sudão, Ramos evitou a questão, dizendo simplesmente que a sua causa é a relação de Israel com os 'palestinos', embora apoie outras iniciativas de direitos humanos no mundo".

O nazzipie comunislamista Jorge Ramos do BDS de Valência, um amigo dos terroristas islâmicos, um idiota útil.

"A partir de agora, os artistas muçulmanos só poderiam actuar se reconhecessem oficialmente Israel" - propõe, com graça, Adir Bar Yohanan.

O BDS É UMA DAS EXPRESSÕES ACTUAIS DO ANTISSEMITISMO MAIS HEDIONDO

A realidade é que o BDS é mais um braço armado da luta pela extinção de Israel. O BDS está-se completamente nas tintas para todos os mortos no Médio Oriente e em todo o Mundo, especialmente quando morrem em consequência da jihad islâmica.


Desde 1948, mais de 90% dos 11 milhões dos muçulmanos mortos no Médio Oriente, foram-no pelos seus irmãos muçulmanos, nas guerras sectárias que caracterizam os povos dominados pelo Islão. Somente 0,3% do total de muçulmanos mortos foram terroristas que Israel abateu. E quanto aos judeus assassinados pelos jihadistas, isso, para os BDS's deste mundo, é festa!

Entre Israel e os chamados "palestinos" (nunca existiu nenhuma Palestina árabe, e Matisyahu está a ser perseguido por o dizer à luz do dia!), não há uma guerra entre duas partes. Há um país democrático que é atacado por terroristas islamistas e nazis que tentam erradicá-lo do mapa e matar todos os seus habitantes.

Enquanto escrevemos este post, chegam-nos notícias de que o apoio global a Matisyahu está a fazer recuar os nazis da BDS. Dê mais força ao protesto, apoie a VERDADE! Apoie Matisyahu!

Não há NADA a temer quando se está do lado do BEM! 

Hoje, os islamonazis do BDS perseguem e aterrorizam; amanhã, terão o mesmo destino que o seu patrono Hitler.
Matishyahu significa "presente de Deus":

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.