terça-feira, 11 de agosto de 2015

Ensinando a Obama o que é o ISIS e o Islão


Não haveria blogues no mundo inteiro que chegassem para mostrar todas as atrocidades que o ISIS e outros grupos jihadistas islâmicos cometem diariamente.
Os 10 indivíduos do vídeo acima foram acusados de apostasia (de terem deixado de ser muçulmanos). O Estado Islâmico, ou ISIS, fê-los ajoelhar em cima de bombas enterradas no solo e detonou-as.
O ISIS já queimou gente viva, já afogou pessoas dentro de gaiolas de metal, já decapitou, degolou, atirou do alto de edifícios, detonou usando crianças-bomba, etc., etc., o catálogo do HORROR nunca mais acaba!
Agora está a especializar-se no efeito dramático e até aproveita a neblina matinal para anunciar o alvorecer de uma nova era de islamismo global, com cavaleiros e canções épicas.
Mas, segundo os políticos e os politólogos, os socialistas e os sociólogos, o deus-Obama e os seus biliões de adoradores, podemos estar todos descansadíssimos, porque o Estado Islâmico, ou ISIS, "não é Estado nem é islâmico"!


1 condenação ao ISIS, 4 ao Irão (o novo Nazismo), 0 contra bandos terroristas como o Hamas, Al-Qaeda, Boko-Haram, Hezzbollah, etc., e 57 condenações contra a única democracia do Médio Oriente, por teimar em não se deixar assassinar - eis a ONU, dominada por comunistas e islamistas!

O ISIS não é problema! O Irão também não! Está tudo bem! Pois se nem a ONU se preocupa com isso, entretida que está a perseguir Israel...
Veja o que tem a dizer um ex-muçulmano ao Prémio Nobel da Paz e líder do Mundo Livre:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.