quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Parábola de Um Revolucionário

"O melhor revolucionário é o jovem desprovido de qualquer moral".
Lenine 



- Viva o Hamas! Viva o Hezzbollah! Viva o Irão! 
Morte a Israel! Morte aos Estados Unidos! 


- Filho, eu descobri estas coisas no teu armário ...
- Qual é o problema de ter uma máscara do Anonymous e um taco de beisebol? 
- Usas isso?
- Não ... quer dizer, às vezes ... 
- É que preciso delas ... emprestas-mas?
- Precisas? P'ra quê? 
- É que eu li as coisas que escreveste na internet...
- Leste o meu face? 
- Qual é o problema? Não é público?
- É ... mas ... 
- Pois é, li o que escreveste e ...
- Pai, eu sei que não gostaste do que eu escrevi, mas... eu não vou discutir, são as minhas ideias. Eu sou anarquista e... 
- Não ... eu achei excelente ... convenceste-me.
- Convenci? ... de quê? 
- Está tudo errado mesmo ... eu li o que escreveste e concordo, agora eu sou anarquista também, como tu...
- Pai... O quê? Pai,... que história é essa? 
- É, viraste-me a cabeça, temos que quebrar tudo! Agora eu sou Old Black Bloc!
- Não podes!... És director de uma empresa enorme e .... 
- Já não sou! Deixei o meu emprego, mandei o meu chefe levar no .... mandei toda a gente levar no ...
- Pai, não podes largar o teu emprego, estás há 30 anos lá ... 
- Posso sim!... Aliás vou recrutar gente p'ra ir lá e partir tudo.
- Partir tudo onde? 
- No meu trabalho! Vamos partir tudo! Abaixo a opressão! Abaixo tudo!
- Não podes fazer isso, pai ... 
- Posso sim! Emprestas-me a máscara e o taco. Vens comigo?
- Não ... acho melhor não ... 
- É melhor vires porque agora que eu larguei tudo, vamos ter que sair deste apartamento ...
- Sair daqui? E vamos morar onde?
- Sei lá! Vamos acampar em frente a uma empresa capitalista qualquer e exigir o fim do capitalismo!
- Pai, não podes fazer isso, não podes abandonar tudo! 
- Já fiz! Agora, mãos à obra!
- Espera, pai! ... Pai! E a minha mesada? E o meu computador? E a gasolina do meu carro? Onde vou morar? 
Volta aqui! ... Volta, Pai! ...


Meninos do Mundo Não Livre, trabalhadores escravos, fazem máscaras para os meninos do Mundo Livre usarem nas manifestações contra o Mundo Livre

- Esta eloquente parábola foi-nos enviada por um amigo. Está actualmente no Poder, no Mundo Livre, a primeira geração que não teve que lutar pela Liberdade. A extrema-esquerda e o islamismo radical têm grande esperança nesta geração para conseguirem pela estupidez o que não conseguiram pela guerra aberta e pela propaganda.

Muitos filhos dessa geração andam nas ruas em manifestações de apoio ao ISIS - os mais politizados. Os mais "street" vão para o ISIS mesmo!

Os revolucionários do pápi    (vale e pena reler este post, sobretudo por causa do grand finale), não serão os líderes do amanhã, porque os líderes do amanhã, por este andar, virão de fora do Mundo Livre.


BONUS TRACK:


 Um transexual maoista e um gajo às cores manifestam-se pelo Comunismo:


O porco fassssita do Peter Schiff foi tentar educá-los.

4 comentários:

  1. Sempre existe cada palhaço amestrado que dá dó

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amestrados, tem toda a razão. Como diz aquele padre ortodoxo, estes movimentos são «telecomandados». E estes idiotas úteis lá vão, quais autómatos.

      Israel Bloom

      Eliminar
  2. O movimento "occupy wall street" não é totalmente errado, desde que se façam pelos motivos certos. E neste caso existem alguns motivos de revolta, até de parte do cidadão mais capitalista, conservador, etc. Muitos senhores da banca e de grandes empresas na bolsa podem realmente levar isto tudo para o buraco e arruinar mesmo os seus próprios países. Claro que ir para aí com argumentos maoístas e coisas do género é estupidez. Aliás esse transexual a falar parecia que estava no gozo, sei lá, deu-me vontade de rir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não discordo de si. O capitalismo selvagem, sem valores, deve ser combatido. Mas o socialismo/comunismo, não é solução. Veja a Venezuela, para não irmos mais longe. O nosso amigo da Lura do Grilo dá-nos regularmente notícias do panorama real desse país. Escolheram essa via e estão afogados na miséria. Para não irmos para o delírio colectivo da Coreia do Norte, por exemplo.

      O capitalismo, a economia de mercado, a democracia, são perfectíveis, podem melhorar-se, podem reformar-se. Não sou contra a saúde, informação e ensino públicos, por exemplo. Mas o Comunismo/Socialismo é aquilo e mais nada. É monolítico. E não resulta de todo.

      Sobre o transexual maoísta: acho óptimo que ele tenha mudado de sexo, e faço votos de que agora se sinta bem como mulher. Mas essa liberdade, só no mundo democrático e capitalista é que ele/ela o tem. Na China comunista levava um tiro na cabeça e estava arrumado/a.

      E é esse o contrasenso desta gente, que adora o comunismo e o islamismo, e que lá seriam imediatamente abatidos. Por serem gays/consumidores de drogas, ateus/ agnósticos/ por usarem de liberdade sexual e andarem de perna ao léu, etc., etc..

      Abraço,

      Israel Bloom

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.