domingo, 23 de novembro de 2014

Capacidades de Israel pertencem à Humanidade




Com alguma regularidade, temos dado notícias do combate ao Ébola levado a cabo por Israel. Neste post, por exemplo:

Ébola - Israel na vanguarda da cura 

Mas vão chegando muitas outras notícias sobre este combate, que as mais das vezes têm que ceder prioridade às dos ataques terroristas que fustigam Israel diariamente. Povo valente e generoso, este, que é atacado pelos terroristas com fogo, pelos jornalistas com difamação, e continua  fazer o Bem, sem olhar a quem.

O papel de Israel na luta contra a epidemia foi louvado pelo Secretário geral da ONU, Ban Ki-Moon. Na imagem: Ron Prossor, Embaixador de Israel na ONU, dirige-se à Assembleia.

Israel continua a sua missão humanitária, levando a cabo a "Operação de Recuperação Completa", com o envio de equipamento médico para salvar vidas na parte de África atingida pelo ébola.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Israel anunciou que Israel enviou dois contentores de equipamentos médicos para os três países mais atingidos pelo vírus Ébola: Serra Leoa, Libéria e Guiné. (...)

O equipamento inclui clínicas móveis com uma capacidade de 20 camas cada, incluindo equipamento de protecção, um veículo e todo o material necessário para iniciar o tratamento de pacientes imediatamente.

Israel enviou também equipas médicas para os Camarões e para a Costa do Marfim, para aconselhar os residentes locais sobre como lidar com situações de emergência e prevenção de surtos epidémicos.

Gil Haskel, chefe da MASHAV, Agência de Israel para a Cooperação para o Desenvolvimento Internacional, afirmou que o projecto "expressa a dedicação de Israel ao combate internacional contra o vírus Ébola. Assim como Israel se comprometeu em missões em áreas desastre no passado, e à luz da vasta experiência de Israel no campo da Medicina, Israel ofereceu o seu apoio aos países em necessidade desta vez também."


Paciente de ébola recebe tratamento
'Capacidades de Israel pertencem à Humanidade'
"A luta contra a propagação do vírus Ébola faz parte da visão do Ministério dos Negócios Estrangeiros de ajuda às pessoas onde quer que estejam, e do reforçar dos laços de Israel com vários países", acrescentou Haskel. "Israel tem um conhecimento médico único, e estamos preparados para o oferecer a todas as nações do mundo. As capacidades de Israel pertencem à Humanidade, e Israel é um membro activo e pioneiro da comunidade internacional. "
Os esforços de Israel na luta contra o surto de Ébola em 2014 foram reconhecidos no mês passado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon: "A contribuição de Israel irá desempenhar um papel crucial no aumento da qualidade do atendimento e acessibilidade às vítimas", afirmou Ban Ki-Moon.

O maior surto de Ébola da História
A epidemia de 2014 é o maior da História, afectando vários países da África Ocidental. A Organização Mundial da Saúde divulgou um relatório sobre a situação, em 5 de Novembro, que contou com um total de 13.042 casos confirmados, prováveis e suspeitos de doença vírus Ébola (EVD), que têm sido relatados em seis países afectados.
4.818 mortes confirmadas. Nos três países mais afectados - Serra Leoa, Libéria e Guiné - a transmissão do EVD continua persistente e generalizada, especialmente nas capitais.

Esta é outra grande história sobre Israel ajudando o Mundo, que o Mundo precisa conhecer. Com toda a imprensa negativa sobre Israel, cabe-nos a nós divulgar boas notícias sobre Israel
Via United With Israel

- Este será decerto mais um post do nosso blog que vai bater recordes de visualização. As notícias sobre avanços médicos costumam ser das mais apreciadas pelos nossos leitores e amigos. Quem nos dera que este pequeno país, este pequeno povo tão entusiasta e laborioso, pudesse estar como nós, portugueses, livre do risco diário de terrorismo, guerras e ataques atómicos, e pudesse dar-nos a todos mais contributos felizes, mais boas notícias.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.