quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Quanto mais me decapitas, mais gosto de ti!



É este o estado actual da nossa civilização. Quando uma pessoa se passeia pela Universidade de Berkeley com uma bandeira do ISIS, a dar vivas ao tenebroso Estado Islâmico, que enterra e queima gente viva, que degola pessoas no meio da rua, por diversão, que compra e vende meninas de 1 ano para escravas sexuais, etc., etc., etc., e morras ao Ocidente, nada acontece. O problema é quando pega numa bandeira de Israel, a minúscula e única democracia do Médio Oriente, o povo mais perseguido e massacrado da História! Aí sim, é condenado! Talvez porque os israelitas insistam em não se deixar extinguir, o que é uma ofensa para o Islão!

Terroristas de Gaza em celebração das recentes chacinas de israelitas em Jerusalém e o camarada Chico Louçã e outros terroristas esquerdistas e islamistas, em manife de apoio aos terroristas do Hamas, em Lisboa.

EXTREMA-ESQUERDA, NAZISMO E ISLÃO - A MESMA LUTA, A MESMA OBSESSÃO ANTISSEMITA, O MESMO CULTO DO MAL.
 
Terroristas islâmicos, as novas rock stars do Ocidente bem.pensante!

"O melhor revolucionário é o jovem desprovido de qualquer moral".
 Lenine


- Iá, Arafat e quê, tás a ver?...
É desta massa de hippies comunistas de sandálias que é feita a base de apoio do Hamas, do ISIS e da jihad islâmica no Ocidente. É desta massa que são feitos os cretinos que vão para as ruas com os islamistas fazer manifestações e 'pogroms' contra Israel, em todo o mundo. Alguns (sobretudo algumas, no Al-Público e assim) até passam por jornalistas.
Por muito que o ISIS os decapite, ou talvez por causa dessa tara masoquista, eles AMAM de paixão o Islão!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.