segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Árabe salva israelita

9 de Novembro de 2014 - Árabes causam desordem e atiraram pedras à Polícia de Fronteiras de Israel:
 
Israelita quase linchado por árabes - salvo por um árabe

Um israelita quase foi linchado na noite de domingo por uma multidão árabe violenta. A potencial vítima foi salva - por um árabe.

Polícia prende um manifestante árabe. (foto: Flash90)
Um motorista israelita quase foi linchado por uma multidão de manifestantes árabes, domingo à noite, quando quando atravessava a cidade árabe de Taibe, no centro de Israel. A multidão atirou pedras contra o carro, parou-o e puxou-o para fora de seu veículo. E atearam fogo ao carro.
"Eu voltava do trabalho em Netanya. Quando parei no semáforo, eles obrigaram-me a parar a começaram a falar comigo, mas eu não entendi uma palavra, porque não falo Árabe. Então, eles começaram a atirar pedras ao meu carro e, em seguida, atearam-lhe fogo. Alguns árabes ajudaram-me a sair do carro do lado do passageiro", disse a vítima potencial à Rádio IDF  de Israel esta segunda-feira.
"Pensei que  ia morrer, porque o carro podia explodir a qualquer momento".  
"De repente, um homem puxou-me para fora do carro e pôs-me no carro dele, com os seus filhos. Ele salvou-me a vida. O que aconteceu comigo foi um milagre. Escapei com apenas alguns arranhões. (...)

Uma testemunha do ataque relatou ao Ynet de Israel a extrema violência que viu: "Mais de 20 pessoas, alguns deles mascarados, pararam o carro e começaram a atirar pedras e a lançar bombas incendiárias. Levaram o motorista para fora do carro e começaram a espancá-lo por todo o corpo, enquanto gritavam Allah Akbar ".

Um árabe que passava, identificado apenas como Makdy, viu o linchamento em progresso e salvou o israelita. Ele disse à Radio IDF: "Eu não pensei duas vezes. Alguém me atirou pedras, mas eu o imobilizei-o. Levei-o [ao israelita] no meu carro, fui-me embora rapidamente, e, em seguida, deixei-o num posto de polícia. "
Notícia de United With Israel
A cena de violência, depois de o israelita ter escapado:

- Nunca deixámos de dar uma notícia positiva sobre os árabes e os muçulmanos. Temos pena é que sejam tão poucas. Pessoas como este senhor, árabe (que Deus o abençoe), são muito bem-vindas em Israel e em qualquer lugar. Pessoas como os atacantes deste israelita inocente, são terroristas, o Mundo Livre e Israel em particular, deve prendê-las, e depois da pena cumprida, repatriá-las.

2 comentários:

  1. Surpreendente?
    Não. Gente verdadeiramente boa existe em toda a parte.
    Uma boa noticia.

    ResponderEliminar
  2. Lamentável que em nossas sociedades ainda se mantenha vivos aqueles que clara e abertamente assassinam. Não há relativiamo para isso. Em flagrante lhes caberia morte imediata e em caso de julgamento sólido, execução. Isso pode ser alcançado sem ódio, rancor ou favoritismos.

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.