sábado, 29 de junho de 2013

Mais Sharia no Reino Unido

ACTUALIZAÇÃO: MUÇULMANOS AGRIDEM OS MEMBROS DA ENGLISH DEFENCE LEAGUE E A POLÍCIA PRENDE OS AGREDIDOS:

 

"Vocês estão aplicar a Sharia!" - foi o que disse o líder da EDL ao ser preso hoje.

Dois membros da English Deffence League, Tommy Robinson e Kevin Carroll, foram presos pela polícia inglesa por pretenderem passar por uma área muçulmana.


"Eles (a polícia) dizem que (Tower Hamlets) é uma área muçulmana, mas para mim não há nenhuma área muçulmana, há apenas áreas da cidade capital do meu país que tenho que atravessar quando me dirijo do ponto A para o ponto B"

Membros da EDL estavam a fazer um peditório para ajudar uma menina com cancro e iam depositar flores em homenagem ao soldado Lee Rigby, decapitado por dois islamistas em Maio.

A partir de agora, a polícia britânica parece que vai dispensar os  islamistas de segregarem os britânicos, passando ela mesma a tratar disso. Pode ser que assim os islamistas deixem de atacar a polícia:



Esta semana, Robert Spencer e Pamela Geller foram proibidos de entrar no país, após a intervenção do deputado trabalhista e filo-muçulmano britânico Tony  Lloyd. A história está  este post.

Tony  Lloyd confraterniza com o seu amigo Ismail Haniyeh, líder do movimento terrorista Hamas

Pode assinar AQUI a petição favor da entrada de Spencer e Geller no Reino Unido. Se os extremistas islâmicos por lá podem apelar livremente à guerra santa contra os infiéis, porque não podem duas pessoas civilizadas fazer conferências pela PAZ, sem evitarem o FACTO de que a jihad mata mais gente actualmente num ano do que a Inquisição matou em 350 e é uma ameaça para o Mundo? 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.