segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Muçulmano cospe em bebé: "Os brancos não devem reproduzir-se"

Inglaterra - Rezzas Abdulla cospe num bebé e diz à sua mãe: "Os brancos não devem reproduzir-se".

O veredicto: não haverá pena de prisão, apenas uma sentença de oito meses em uma instituição mental.
Este indivíduo, Rezzas Abdulla, cuspiu na cara de uma bebé de nove meses antes de gritar "AS PESSOAS BRANCAS NÃO DEVEM REPRODUZIR-SE!" para a sua mãe horrorizada.

Rezzas Abdulla deixou Layla John coberta de cuspo, no seu carrinho de bebé, após o ataque chocante.
A mãe, Rebecca Telford, 25 anos, caminhava com a bebé em South Shields, quando foram subitamente confrontadas com este homem de 33 anos.

"Acho que ele cuspiu na minha bebé só porque somos brancos. Eu sou uma mulher solteira e um alvo fácil".

Abdulla já foi duas vezes condenado por ataques de ódio racial contra as mulheres brancas.
Fonte  via EUROPE-ISRAEL
http://www.europe-israel.org/

-------------------------------------

TOME ATENÇÃO (E OUÇA A VOZ DA RAZÃO):

1 -  Este caso não é uma raridade. É apenas um dentre milhares, que ocorrem todos os dias, onde quer que haja muçulmanos, pois o Islão é racista e supremacista, pratica a escravatura e o direito de vida e de morte sobre os "infiéis".
2 - O Islão usa - como sempre usou - a Guerra Demográfica- no seu programa de conquista do Mundo, para o estabelecimento do Califado Global:

Imã de Jerusalém apela à jihad sexual na Europa



Via Daily Mail:
O Imã da mesquita de Al-Aqsa em Jerusalém incitou os imigrantes muçulmanos a fazerem filhos às mulheres europeias, de modo a conquistar os respectivos países, e prometeu:
"Vamos esmagar-vos sob os nossos pés, se Alá quiser".

    O Sheikh Muhammad Ayed fez o discurso na
mesquita Al-Aqsa, em Jerusalém.


     Disse que os americanos, italianos, alemães e franceses são obrigados a aceitar refugiados.


 Disse muçulmanos para usarem a crise dos "migrantes" para se cruzarem com as mulheres europeias e "conquistarem os seus países".

3 - A pena ridícula aplicada a este indivíduo (reincidente) resulta do facto de que a mentalidade dominante, de Esquerda, só admite a existência de brancos racistas; os não-brancos são todos inerentemente perfeitos, e, quando erram, nunca têm culpa. Sobretudo de forem muçulmanos. O terrorismo, o racismo, a violência, são sempre "doença mental" ou culpa do Capitalismo.
4 - Para a ideologia oficial, as pessoas brancas devem ser extintas:
Se tivesse pedido genocídio dos Negros ou dos Amarelos, estaria preso. Assim, é aplaudido.

Hitler procurou extinguir os judeus, os ciganos, os eslavos, e outros indesejáveis. Este parasita (um de muitos como ele, que querem o mesmo) que pede a extinção dos Brancos, é pago para conspurcar o cérebro dos alunos, para formar dementes como ele.

5 - Os líderes políticos europeus assumem abertamente que a Europa está "demasiado branca" e os académicos vão mais longe, e , com a sua impunidade legal, advogam o extermínio das pessoas branca. Um exemplo:

O grave problema da endogamia europeia


Tão grande tem sido a obstinação da Alemanha em escancarar ainda mais as portas à islamização da Europa, que o ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, até disse numa entrevista que "a imigração em massa é uma coisa boa, porque de outra forma, a endogamia poderia fazer a degenerar a raça alemã".

O Papa Francisco - que até compara a o ISIS a Jesus Cristo -  também já exortou os muçulmanos a virem para a Europa fabricar criancinhas com as mulheres europeias.

6 - Os líderes políticos europeus estão apostados em islamizar a Europa. Sabem que isso significa a aniquilação dos europeus, mas estão confortáveis com isso.

ISRAEL AVISA: Centenas de terroristas muçulmanos planeiam atacar a Europa



Os europeus estão a ser retirados à força de suas casas para alojar os invasores, como pode ver por exemplo neste post:

Um novo Hitler está na Europa - os Governos devem cair!

Para nos salvarmos do terrorismo, do racismo e do supremacismo islâmico, precisamos de muitos Trump aqui na Europa:

Trump ou a Vitória da Classe Trabalhadora

 

E AGORA, A VOZ DA RAZÃO:



Um cidadão anónimo, do povo, tem a clareza que falta às elites pensadeiras. Ele está a fazer a sua América grande de novo. Vamos fazer o mesmo na nossa Europa, com o Brasil, com a Índia, com a Austrália, com o mundo colonizado pelo Islão!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.