sábado, 9 de abril de 2016

Kevin Costner: "Não preciso de autorização para visitar Israel"


Kevin Costner diz que não "precisa de autorização" dos activistas do BDS para visitar Israel

O complexo Cinema City em Glilot, Israel, foi esta terça-feira  cenário da pré-estreia do próximo filme de acção - "Criminal" - protagonizado por Kevin Costner, Ryan Reynolds, Gary Oldman, Tommy Lee Jones, e pela actriz israelita Gal Gadot.

"Criminal" conta a história de Jericho Stewart (Costner), um prisioneiro do corredor da morte a quem implantaram as memórias e as competências do falecido agente da CIA, Bill Pope (Reynolds), na esperança de que ele pudesse completar a última de Pope, impedindo uma  de uma trama diabólica que poderia custar muitas vidas. 

  

Outras figuras envolvidas no filme são o director israelita Ariel Vromen e o produtor israelita Avi Lerner. O filme estreia nos cinemas a 15 de Abril. Costner, de 61 anos, chegou a Israel no início desta semana como convidado de Moshe e Leon Edri, responsáveis pela empresa de distribuição de do filme em Israel .

Costner disse aos repórteres: "Desta vez estou aqui [em Israel] para apoiar Ariel [Vromen] ... . Este é o país dele, os pais vivem cá, e estou muito orgulhoso dele. Ele é um jovem que está realmente a sair-se bem." Falando de Gadot, Coster disse que ela era "adorável" trabalhar com ela, e que é "uma parceira maravilhosa".

Questionado sobre se foi pressionado por activistas anti-Israel para não visitar o Estado judaico, Costner disse, "Eu não peço permissão a ninguém para viajar. Recebi muito amor aqui. Eu não teria perdido 
isto."

- Fonte: UNITED WITH ISRAEL

http://unitedwithisrael.org/es/
 
- Para o bando islamonazi, financiado por um multi-milionário islamista e operado por elementos da extrema-esquerda ocidental, é um pequeno revés. Mas alegrem-se; têm aqui mais uma prova de que "os judeus controlam Hollywood"! A "prova" é que existem actores e realizadores judeus! Malandros! Como se atrevem?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.