domingo, 11 de junho de 2017

Protesto Anti-Terrorista Muçulmano FALSIFICADO pela CNN

Desenvolvimento do nosso post:
 
A propaganda: A CNN e outros órgãos de propaganda islamista-esquerdista-globalista,  (Al-Jazeera, Al-Público, Al-BBC, etc.) passaram a ideia de que os muçulmanos de Londres "se levantaram contra o terror".


A realidade: Contrataram meia dúzia de muçulmanos para fazerem figuração, inventaram uma notícia e venderam-na ao Mundo como se fosse verdade.

Após o Massacre de London Bridge, e como sempre acontece, após cada massacre jihadista, a Imprensa internacional acorreu a fazer a propaganda de branqueamento do Islão.
Os Davides Munires da vida foram às Televisões falar aos "infiéis", "explicando-lhes" que este ataque terrorista (como todos os que já causaram 270 milhões de mortos em nome do Islão e os 90 ataques terroristas e 1076 mortos em 16 dias de Ramadão), "nada teve a ver com o Islão".
Os jornalistas,  quase na sua totalidade ajudantes dos terroristas, pagos pela Arábia Saudita, pelo nazi George Soros e por outros (tudo isto já sobejamente documentado neste blogue) montaram o cenário.
Foram buscar meia dúzia de muçulmanos, meteram-lhes os habituais cartazes nas mãos, com os dizeres "NÃO FOI EM NOSSO NOME", e serviram a aldrabice propagandista a milhões de tele-espectadores, que, porque "deu na televisão", repetem como papagaios: "Quem é mais prejudicado com os ataques terroristas são os muçulmanos, coitadinhos!". E não estudam o Islão, porque "o David Munir diz que o Islão é pacífico, e ele é que sabe, porque é muito simpático".
Enquanto isso, os muçulmanos celebravam, alegremente, como mostrámos na secção Massacre de London Bridge e como sempre celebram, quando os infiéis são chacinados. O Islão assim ordena.
Aqui está mais uma lista de vídeos em que se vê um mar de jornalistas, e ao todo uns 17 muçulmanos (ou mascarados de muçulmanos), nesta peça de teatro de mau gosto:


Mais Imagens do Protesto Anti-Terrorista Muçulmano FALSIFICADO pela CNN [VIDEO]
- por Amber Athey, Daily Caller, 10 de Junho de 2017:

     No início desta semana, a CNN foi acusada de organizar um protesto antiterrorista liderado pelos muçulmanos após os ataques terroristas de Londres. Agora, mais imagens mostram o que realmente aconteceu no cenário montado pela CNN.
 
     Um vídeo do Youtube, feito por Claire Jordan, mostra-a a passear na cena do "protesto" antes de a CNN alinhar os manifestantes e começar a filmar a encenação.

     Há um grupo de pessoas , muçulmanas e não muçulmanas, e algumas delas podem ser vistas distribuindo buquês de flores e cartazes.

     Jordan, narrando o vídeo, observa: "Vê-se mais Imprensa do que qualquer outra pessoa".

     Jordan então atravessa a rua e mostra as mulheres muçulmanas que foram apresentadas na transmissão da CNN. Elas estão no lado oposto da rua, "estão  a fazer selfies, nenhuma delas tem flores".

 ------------------------------------

Pela minha parte, assim que vi o directo, reparei que eles estavam todos tremendamente divertidos. 
A MENTIRA é parte integrante da diabólica ideologia islâmica:


Não perca o nosso post anterior, com 7 pitorescos caso de Ramadão, a Religião da Paz no seu melhor:

7 Instantâneos do Ramadão de 2017

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.