terça-feira, 6 de junho de 2017

Idosa alemã multada em 1.350 euros por piada anti-migratória

IDOSA ALEMÃ É CONDENADA A PAGAR UMA MULTA DE 1.350 EUROS POR TER PARTILHADO UMA PIADA ANTI-MIGRATÓRIA NO FACEBOOK


Uma idosa alemã foi multada em 1.350 euros por compartilhar e gostar de uma piada anti-migratória no Facebook.


A mulher de 62 anos, que mora em Berlim, foi identificada como Jutta B.. Teve a sua casa invadida e foi presa pela Polícia pelo "crime" de compartilhar uma imagem no Facebook com a legenda "Você tem algo contra refugiados?".


A imagem, considerada ofensiva pelo tribunal, incluiu respostas como "Sim, metralhadoras e granadas de mão" e foi compartilhada por mais de 500 pessoas. Uma pessoa que também compartilhou a imagem denunciou a idosa à Polícia.


O jornal alemão Berliner Morgenpost informou que a mulher foi multada em 1.350 euros porque a imagem incluiu comentários negativos sobre os chamados refugiados.


Após a prisão e a multa, a rede social suspendeu a conta da mulher. No tribunal, Jutta disse que compartilhou e gostou da imagem sem lê-la correctamente. "Eu gosto de partilhar coisas engraçadas", disse ela.


A acusação não aceitou a defesa da mulher e descreveu o seu comportamento on-line como "capaz de incitar o ódio e denegrir a dignidade humana de outros".


Após a multa, a mulher recebeu uma série de mensagens abusivas de outros utilizadores do Facebook. Um grupo "anti-fascista" de esquerda, Acção Anti-Fascista, enviou ameaças de morte à mulher.
HEATSTREET via The Religion of Peace.

-----------------------------------------

Isto é um simples exemplo! Na nossa secção ALEMANHA temos dado algumas pinceladas sobre a marcha triunfal do Islão, pela mão de Angela Merkel, que alguns afirmam querer reatar a aliança entre o Islão e o Nazismo.
Já temos mostrado como na Alemanha e em outros países europeus a Polícia é mandada prender quem critica o Islão,  e obrigar os nativos a alojarem os colonos islamistas.
A Lei alemã multa uma senhora por causa de uma piada sobre os terroristas, mas nada faz quando os muçulmanos vão para os funerais das vítimas dos massacres islamistas gritar insultos aos mortos, como aqui em Munique, no ano passado:

 

Os muçulmanos atacam livremente os alemães (aqui não há multas nem prisões):



Colonos muçulmanos celebram Massacre de Berlim:


Alemão corajoso explica que o Alcorão é igual ao Mein Kampf, de Nitler, e é atacado pelos muçulmanos, que foram aliados do Nazismo e amam Hitler:



Pequena compilação de ataques de colonos muçulmanos contra europeus:

 

Há milhares de horas de vídeos, que são regularmente retirados pelos islamofascistas do YouTube. O YouTube e a Imprensa "séria" orgulham-se desse policiamento da Internet e da filtragem das notícias que mostram o que é o Islão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.