quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Netanyahu saúda amizade entre Alemanha e Israel


"As relações entre Alemanha e Israel  dão esperança a toda a Humanidade" - disse Netanyahu.


"Apesar dos horrores sem precedentes do passado, os nossos dois povos forjaram uma amizade única e construtiva", disse Netanyahu à chanceler alemã, Angela Merkel, em Berlim.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, em reunião com a chanceler alemã, Angela Merkel, em Berlim, esta terça-feira, expressou a importância da cooperação alemã-israelita.

"Esta reunião foi mais uma demonstração do nosso relacionamento, que celebrou o seu 50º aniversário", disse o líder israelita, referindo-se aos 50 anos volvidos desde que os dois países estabeleceram relações diplomáticas.

"Nesse meio século, construímos uma relação única e uma parceria que tem um significado muito além dos limites aparentes, pois não só traz benefícios tangíveis para ambos os nossos países, como também dá esperança para toda a Humanidade", continuou. "É um exemplo de como, apesar dos horrores sem precedentes do passado, os nossos dois povos forjaram uma amizade única e construtiva."

O Primeiro-Ministro Benjamin Netanyahu e sua Esposa Sara com a chanceler alemã, Angela Merkel, numa exposição do Yad Vashem (Museu do Holocausto) no Museu de História, em Berlim, Alemanha, esta terça-feira. (Amos Ben Gershom / GPO)

A Alemanha tornou-se um dos melhores amigos de Israel na Europa. O país continua a pagar reparações aos sobreviventes do Holocausto até hoje.
"Este foi o nosso sexto encontro Israel-Alemanha", observou o primeiro-ministro. "Estas reuniões regulares são um testemunho da parceria única que temos hoje entre as nossas nações e demonstram claramente a amplitude e o alcance da cooperação entre os nossos dois países."
Netanyahu fez referência aos diversos de sectores em que a Alemanha e Israel cooperam, incluindo segurança cibernética, combate ao terrorismo, energia, água, tecnologia e inovação.
"Todas estas coisas são concretas e continuam a avançar", disse."Nestas e em muitas outras áreas, a nossa cooperação permite que alemães e israelitas enfrentem melhor os desafios e as ameaças, e aproveitem as promessas tecnológicas e científicas do futuro", acrescentou. "Através da cooperação, ficamos mais fortes e somos mais capazes de inovar, e o futuro pertence àqueles que inovam."
Por: Jonathan Benedek / TPS

EXEMPLO DE COOPERAÇÃO ENTRE ISRAEL E ALEMANHA
Quatro empresas israelitas entre os 10 vencedores da competição Medicare App de 2015, realizada na cidade alemã de Dusseldorf.


O Mundo beneficia das inovações judaicas/israelitas que salvam vidas e ajudam a viver melhor. Ao mesmo tempo, verbera a existência de Israel e dos judeus.
O aplicativo TalkITT, desenvolvido pela empresa israelita VoiceITT, ganhou o primeiro lugar, com a sua app que ajuda pessoas com deficiência de fala a usarem a sua própria voz. O terceiro lugar foi para a Mobile ODT de Israel, pela sua app Acesso Visual Avançado, concebida para ajudar os profissionais de Saúde a terem um melhor desempenho visual nos rastreios do cancro do colo do útero.

Dois outros aplicativos israelitas estiveram entre os 10 finalistas, incluindo o iFeel Labs Match3, que desenvolveu um aparelho que ajuda pessoas com asma a respirarem de forma mais eficaz, ao usarem um sensor. A Doctome criou uma plataforma de Telemedicina de serviços médicos online que permite chamadas de vídeo e chats
24/7 ao redor do globo, com médicos que falam o idioma do paciente.
Por: JNS.org


 Judeus alemães - os muçulmanos estão à beira de conseguir o que Hitler não logrou.

O NOSSO COMENTÁRIO: Apesar da volatilidade da Política, e de todos os interesses menos óbvios que esta quase sempre acarreta, alegramo-nos com este encontro e com esta cooperação. 

Infelizmente, com uma média de 3.200 muçulmanos a entrarem na Alemanha diariamente, a pequena comunidade de judeus alemães está a ser alvo de ataques, perseguições e ameaças, e os dias dos poucos judeus que restaram na Alemanha parecem estar contados. 

A Alemanha troca assim uma pequena comunidade de judeus trabalhadores, leais e ordeiros, por uma mole humana islâmica que traz consigo a exploração, a hostilidade, o crime, o terrorismo e o caos - conforme amplamente ilustrado neste blog e em sites especializados. No ano passado, 1.09 milhões de muçulmanos requereram asilo na Alemanha.

Enquanto os judeus se dedicam a construir um Mundo melhor e a salvar vidas, os colonos muçulmanos, em Israel e pelo Mundo fora, dedicam-se a matar judeus e outros "infiéis". Custa a crer como há quem prefira apoiar os terroristas!

Para muitas notícias isentas e documentadas sobre Israel, visite o site UNIDOS COM ISRAEL, que é uma das nossas fontes preferida. Clique no logo abaixo:


http://unitedwithisrael.org/es/
 

1 comentário:

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.