quinta-feira, 27 de outubro de 2016

A "criança" tinha 21 anos e era um terrorista




Comité de recepção aos refujiadistas. Ah... Como é bom ser bonzinho...

Vítima da lavagem ao cérebro promovida pelos jornalistas e pelos políticos, uma inglesa adoptou este pobre refugiadinho da guerra na Síria, apenas com 12 aninhos:


Jamal, o refugiadinho de 12 aninhos

O menino, apesar do seu ar inocente e fofinho, e do seu pequeno bigodinho de criança, não tinha 12 anos: tinha 21! 
E não era nenhum refugiado, mas sim ou terrorista dos taliban, treinado na matança de infiéis!
Quando confrontado com as provas de que era um terrorista, o nosso amiguinho passou a ameaçar a mãe adoptiva:
 "Vou matar-te e sei quem são os teus filhos".
Agora a família vive aterrorizada. Diz Rosie: 
"Tenho sempre os estores para baixo, mudámos a rotina da família, evitamos ir aos sítios onde fomos com ele. Muita gente desconfiou, não sei como os Serviços Sociais não viram uma coisa destas".

-----------------------

- Esta é uma notícia do THE SUN, mas é apenas uma gota de água num oceano de milhões de colonos que aportam à Europa.
- Por causa da lavagem ao cérebro promovida pelos media, pelos políticos e por outros CAGALHÕES DESPREZÍVEIS, haverá logo quem diga que este é um "caso isolado". Todo o caos e todo o terrorismo gerado pelos "refujiadistas" não chega para demover o preconceito de certas pessoas.
ESTIMA-SE QUE MAIS DE DOIS TERÇOS DOS MUÇULMANOS QUE APORTAM Á EUROPA COMO "REFUGIADOS" E COMO "CRIANÇAS" SÃO AFINAL ADULTOS.  
- E quantos deles são terroristas?


Na Selva de Calais acumulam-se terroristas e invasores muçulmanos, que a esquerda e os media pintam como "refugiados".
Releia que vale a pena:

Invasão Islâmica - as pessoas começam a entender!



CUTCHI-CUTCHI-CUTCHI... 


Quem muda a fralda aos bebés?...

A seguir, e apenas do supracitado artigo do THE SUN, algumas fotos dos muçulmanos que entram na Europa como crianças; não quer levar um para sua casa, você que é contra "islamofobia"?











ETC..


Na Suécia, o governo de extrema-esquerda tem aberto as portas a estas "crianças", que são responsáveis por este país se ter tornado o 2º recordista de estupro de crianças e mulheres a nível mundial. 
Aconselhamos o artigo do Gatestone Institute, da autoria de  Ingrid Carlqvist:
Crianças refugiadas invadem Suécia 
- versões em Inglês,  Dinamarquês, Alemão e Italiano.

Crianças muçulmanas - quem negar que estes dois matulões são crianças, é islamofóbico e racista; eis a ditadura a que chegámos.

Outros artigos de  Ingrid Carlqvist:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.