sexta-feira, 12 de agosto de 2016

The Lady is a Trump

O quê? Ainda ninguém fez um artigo com o título acima? Então lá vamos ser obrigados a desperdiçar um título tão catita num blog tão pobrezinho... O que vale é que é silly season...

Melania Trump (foto acima) é casada com Donald Trump, candidato Republicano à Casa Branca. 

Mesmo quem não se interessa nada por Política, deve estar farto de saber que Donald Trump, à semelhança de qualquer Republicano, é ignorante, fascista, opressor dos pobrezinhos, e come criancinhas muçulmanas ao pequeno-almoço. Ao contrário de todo e qualquer candidato Democrata, que é sem mácula e tudo quanto faz é bom e perfeito.

Melania posou nua. A Esquerda de todas as liberdades está a lapidá-la (mediaticamente, por enquanto).

Ora acontece que Melania, muito antes de ser casada com Donald Trump e quando ainda vivia na nossa Europa toda livre (onde os americanos pasmam com o topless nas nossas praias, e as americanas com os speedos masculinos), Melania, que era modelo, posou nua!!! Ó horror!

Há mais de um ano que a campanha de demolição de Donald Trump já tinha extravasado os noticiários e invadido o entretenimento:

Também tu, Conan O'Brien?


Agora, que foram reveladas as fotos da senhora nua, no auge da sua carreira de modelo, numa revista, é o escândalo e o escárnio mediático global.

E no entanto, a nudez e o erotismo são celebrados na Europa desde a Pré-História...


Mas atenção, que existem dois tipos de nudez... Hrmmm... hrmmm... ora vamos lá explicar:


OS DOIS TIPOS DE NUDEZ

A BOA NUDEZ) A nudez corajosa, sublime, emancipada, etc., etc.., que é a nudez mais à esquerda.

Por exemplo, a destacada política e comentadora de Política e Futebol, Joana Amaral Dias, que é de extrema-esquerda, fez um ensaio fotográfico nua, "para contestar as críticas à nudez". E foi muito louvada por isso, ela e todas as feministas esquerdistas progressistas, etc., etc.., que posam nuas.

A MÁ NUDEZ) A nudez mais à direita, própria das galdérias como a Melania Trump.


Entendeu a lição? 

--------------------------

Os exemplos seriam muitos. Vamos a mais um:

A BOA NUDEZ) A nudez da deputada de extrema-esquerda Isabel Moreira, publicada por ela mesma, que comentámos neste post:

Assobiam para o lado



Repetimos o comentário: "Isabel Moreira, numa bela foto... que lhe valeria execução imediata em Gaza. (Nota: divulgamos a foto - que até achamos artística - apenas porque foi a própria a publicá-la. E nada contra!)."


A MÁ NUDEZ) Em França, assim que Marine Le Pen e a sua Frente Nacional começaram a subir nas sondagens, a Imprensa em bloco atacou-a com as fotos da sua mãe, também ex-modelo, que apareceu na Playboy num ensaio erótico. Nos anos 80. Falámos do assunto neste post:

Aquele Cujo Nome Não Deve Ser Pronunciado

E escrevemos na altura que a Imprensa, feliz por ferrar o dente na canela de Marine Le Pen (usando a sua mãe, que não tem nada a ver com Política), fecha os olhos aos milhares de mulheres e crianças estupradas pelos colonos muçulmanos na Europa (ver secção JIHAD SEXUAL).
Escrevemos também: "Para não descermos ao nível destes jornaleiros, nunca publicámos actividades bem mais arrojadas de mães de políticos de esquerda, alguns deles vistos como deuses desta Era. E não o faremos". Acrescentamos que nem das mães, nem dos próprios políticos.


- Planeamos continuar as lições de boa nudez e má nudez. Não temos muito vagar para escrever, mas, assim como assim, já quase deixámos de ver TV, pois nos programas de Comédia e Informação (os nossos preferidos), malha-se no Trump e incensa-se o Obama de 30 em 30 segundos. Já enjoa. Já enoja. Mais vale vir aqui escrever umas larachas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.