quarta-feira, 10 de agosto de 2016

"Ó Alá, aniquila os odiosos cristãos! Que não fique um único!"


"Ó Alá, aniquila os odiosos cristãos! Ó Alá, mata-os todos! Que não fique um único!"
Um rapaz de 15 anos andou pelas ruas de Verviers a gritar este e outros mimos, que incluíram preces ao deus Alá pelos terroristas islâmicos, para que dizimassem todos os "infiéis". (Se um não-muçulmano fosse gritar coisa semelhante num bairro islâmico, onde é que estaria agora?...).

O rapaz é filho de um imã pregador de ódio, que está sob ordem de expulsão ministerial, confirmou segunda-feira o secretário de Estado do Asilo e Migração, Theo Francken.
 

Tal pai, tal filho... Tais PAIS, tais FILHOS!
 
Sendo a classe profissional dos jornalistas constituída maioritariamente por gente de esquerda, não pode correr o risco de destruir a sua própria ideologia, pois conhecer a verdade sobre o islamismo destruiria a esquerda.

O GRANDE MISTÉRIO...
Vivemos uma situação deveras intrigante. Todos os dias, alegados "desequilibrados mentais", "jovens que se sentem excluídos", "jovens radicalizados por forças desconhecidas", e outros "casos isolados", assassinam, estupram mulheres e crianças, espancam, roubam, destroem, cantam o seu ódio à nossa Civilização.
Os líderes políticos e religiosos muçulmanos (como o pai deste rapaz de Veviers) encorajam, pregam e aplaudem publicamente o terrorismo, a jihad, o cumprimento do Islão à letra - e quem o não leva assim é morto, é o que o Alcorão prescreve!
 

E no entanto, temos uma elite pensadeira, que se acha sofisticada, e que continua, entre cafés e quilos de jornal I, Expresso, DN, Al-Público, a interrogar-se sobre as origens dos tais "casos isolados".


"Porque será que os muçulmanos nos andam a matar?..." - perguntam-se as pessoas cultas e sofisticadas, que são ateístas (obviamente, ou não seriam cultas e sofisticadas!) mas que acreditam que "Islão é Paz" como um dogma religioso!

Entendam isto de uma vez por todas:
A razão - a ÚNICA razão - para o terrorismo islâmico, é o Islão:

Os 20 Mandamentos mortais do "diabólico" ("satânico") Maomé, o fundador do Islão

  1. Tu deves estuprar, casar e divorciar meninas na pré-puberdade. Alcorão 65:4, 4:3
  2. Tu deves ter relações sexuais com escravas sexuais e trabalhadoras escravas. Alcorão 4: 3, 4:24, 5:89, 33:50, 58: 3, 70:30
  3. Tu deves bater nas escravas sexuais, nos trabalhadores escravos, e nas esposas. Alcorão 04:34
  4. Tu deves ter quatro testemunhas masculinas muçulmanas para comprovar um estupro. Alcorão 24:13
  5. Tu deves matar aqueles que insultam o Islão ou Maomé. Alcorão 33:57
  6. Tu deves crucificar e amputar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
  7. Tu deves matar os não-muçulmanos para garantir receber as 72 virgens no céu. Alcorão 9: 111
  8. Tu deves matar quem deixar o Islão. Alcorão 2: 217, 4:89
  9. Tu deves decapitar não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 47: 4
  10. Tu deves matar e morrer por Alá. Alcorão 9: 5
  11. Tu deves aterrorizar os não-muçulmanos. Alcorão 8:12, 8:60
  12. Tu deves roubar e furtar os não-muçulmanos. Alcorão Capítulo 8 (Saque / Espólios de Guerra)
  13. Tu deves mentir para fortalecer o Islão. Alcorão 3:28, 16: 106
  14. Tu deves lutar contra os não-muçulmanos, mesmo que você não queira. Alcorão 2: 216
  15. Tu NÃO deves tomar os não-muçulmanos como amigos. Alcorão 05:51
  16. Tu deves chamar os não-muçulmanos de porcos e macacos. Alcorão 5:60, 7: 166, 16: 106
  17. Tu deves tratar os não-muçulmanos como as criaturas mais vis, que não merecem misericórdia. Alcorão 98: 6
  18. Tu deves tratar os não-muçulmanos como inimigos jurados. Alcorão 4: 101
  19. Tu deves matar os não-muçulmanos por não se converterem ao Islão. Alcorão 09:29
  20. Tu deves extorquir não-muçulmanos para manter o Islão forte. Alcorão 09:29.

Não vamos sobrecarregar este post com mais informação. Os assassinatos à machadada, os espancamentos brutais, os atropelamentos, os bombistas suicidas, as violações de mulheres e crianças, os genocídios, os "infiéis" metidos em jaulas e queimados vivos, continuam. Em todo o Mundo. A Imprensa  convencional esconde-lho. Mas há quem o mostre:


2 comentários:

  1. |||||||||||| O vídeo, com sinceridade, mete-me NOJO |||||
    Assim é fácil de manobrar uma cambada de idiotas que nem se dão ao trabalho de estudar o quer que seja e empacotados dentro de uma religião cega.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No Natal, um grupo de "refugiados" num centro de acolhimento, pedia a Alá que aniquilasse os "infiéis" - que lhes estavam a comida e abrigo. Não sei se o vídeo ainda está operacional, pois este tipo de vídeos é logo censurado. Declarações destas são o que eles 'bebem' dos ensinamentos de grande parte dos líderes religiosos e políticos.

      E o pior é quando passam à prática. Se fosse só ameaças de que vamos para o Inferno, como fazem certas religiões que andam de porta em porta, estávamos nós bem...

      OdF

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.