quinta-feira, 12 de março de 2015

Ser cristão em Israel - Vídeo

Este vídeo é uma experiência sociológica em que um homem cristão põe um crucifixo ao peito e anda pelas ruas de Israel, esperando para ver que tipo de reacções vai obter - se as houver.
Em Fevereiro de 2015, um homem colocou um quipá (solidéu) e tsitsit (vestimenta religiosa judaica) e foi filmado circulando por Paris durante 10 horas. Suportou uma enorme quantidade de abuso verbal e ameaças contra a sua vida. Mostrámos o vídeo (e um outro de judeus a serem abusados por muçulmanos em Jerusalém), neste post:

Ser judeu em Paris... e em Jerusalém!

(Houve pessoas que classificaram ambos os vídeos como "propaganda". Ou seja: segundo elas, os muçulmanos que aparecem a insultar, cuspir, apedrejar, ameaçar os judeus - quer em Paris, quer em Jerusalém -  seriam actores pagos. É preciso ser-se absolutamente destituído de bom-senso e racionalidade para fazer tais afirmações, mas disso já sabemos...).
Este vídeo mostra um homem usando uma cruz cristã e passeando pelas ruas de Haifa, registando as reacções das pessoas - ou a ausência de reacções.

É muito comum ver pessoas de todas os credos, andando pelas ruas em Israel, especialmente em Jerusalém e Tel Aviv. Israel é, aliás, o único país seguro, em toda a região, para pessoas de todas as religiões. Enquanto os cristãos e outros são dizimadas noutros lugares do Médio Oriente, ou experimentam severas restrições à sua liberdade, em Israel vivem com a mesma paz e naturalidade que em qualquer outro país livre. Como aqui em Portugal, por exemplo.

Prepare-se para um vídeo que exemplifica a tolerância religiosa e cultural. Liberdade e paz. Assim é que deveria ser, sempre.

1 comentário:

  1. Faz uma grande diferença ... viver em liberdade num Estado que respeita as pessoas

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.