terça-feira, 3 de março de 2015

Purim: Envie um abraço às vítimas do terrorismo


Caros amigos,
Tal como acontece um pouco por todo o mundo, os terroristas islâmicos não poupam os cidadãos de Israel. As crianças são os alvos preferenciais, e as escolas e infantários são atingidos diariamente pelos mísseis do Hamas, do Hezzbollah e de outros bandos de assassinos.


Em Março de 2013, Adva Biton conduzia o carro levando as suas três filhas a caminho de casa . O carro foi atacado à pedrada. As filhas de cinco e quatro anos de idade ficaram levemente feridas, mas a sua filha Adele, de três anos de idade, ficou gravemente ferida. Morreu no dia 17 de Fevereiro deste ano, depois de quase dois ano em coma.

Os hospitais, as sinagogas, os bairros residenciais, os transportes públicos, e todos os locais onde as vítimas civis possam ser em maior número possível, são atingidos por mísseis, atiradores, bombistas, ataques por atropelamento, à pedrada ou à facada (mostramos um ou outro ataque, dos muitos que os terroristas cometem, só para terem uma ideia).
Jardim de infância bombardeado pelos terroristas - o dia a dia em Israel:


Os ataques contra cidadãos israelitas partem de Gaza, dos terroristas do Hamas, ou são cometidos dentro de Israel, pelos colonos árabes, sob o incitamento de organizações terroristas como a Autoridade "Palestina" e clérigos islamistas de todo o mundo.

Milhares de vítimas civis, com destaque para as crianças, sofrerem ataques ou perderam os seus entes queridos, às mãos do terrorismo islâmico

No dia 22 de Fevereiro deste ano, o presidente da câmara da cidade de Jerusalém, capital de Israel,  Nir Barkat, enfrentou um esfaqueador árabe, em plena Praça Tzahal, à luz do dia.
Este jovem colono árabe muçulmano é dos muitos que respondem aos apelos do bando islamista Fatah, liderado pelo terrorista Mammoud Abbas, presidente da Autoridade "Palestina". As câmaras de vigilância captaram a intervenção corajosa do presidente, que dominou o criminoso:

A organização United With Israel todos os anos distribui cestos de Purim pelas vítimas e seus familiares. Purim é uma festividade tradicional judaica, que explicámos sucintamente neste post.
Vítima do terrorismo com cestos de Purim, fornecidos pela United With Israel, graças à generosidade dos doadores.
Se tiver uns tostões de que possa dispor, o seu contributo pode levar um cesto de Purim a uma criança vítima do terror. E se lhe quiser acrescentar uma mensagem pessoal, vai saber-lhes ainda melhor.
Se puder e quiser enviar um presente a uma destas vítimas inocentes, clique aqui, sff.. Se não puder dar um contributo financeiro, dê o seu contributo orando pela Paz, defendendo a causa da Verdade contra o ódio, a difamação antissemita e a deslegitimação de Israel.
Se ainda não é membro da família United With Israel, basta ir ao site e clicar para receber a newsletter. A união faz a força!
Crianças da cidade de Sderot sob fogo terrorista. Isto o seu telejornal não mostra. Só lhe mostra quando Israel, após muito sofrimento, vai de peito aberto destruir os redutos dos terroristas, que por sua vez usam as próprias crianças como escudos humanos:


Não feche os olhos à realidade. Não odeie as vítimas nem idolatre os criminosos, como fazem a Imprensa e largos sectores da sociedade, ainda presos a um inconsciente colectivo de antissemitismo irracional. Se der esse passo na sua consciência, esse será um precioso cesto de Purim. Que Deus nos abençoe a todos.


1 comentário:

  1. A escumalha dos mérdia portugueses não divulga estes casos. Que lixo temos como informação!

    ResponderEliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.