segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

P.M. do Canadá, Amigo de Israel

O preconceito, a estupidez e o ódio, estão decididamente a ficar fora de moda. Graças a Deus! 


O primeiro-ministro canadiano, Stephen Harper, 'grande amigo' de Israel, de visita ao Parlamento israelita

O primeiro-ministro canadiano Stephen Harper vai fazer história como o primeiro primeiro-ministro do Canadá, a discursar no Knesset - o Parlamento de Israel. 

          PM  do Canadá Stephen Harper com o líder israelita Benjamin Netanyahu.

O Monte das Oliveiras, na Cidade Velha de Jerusalém, foi a primeira paragem feita pelo primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper, e sua esposa Laureen, à chegada a Israel este domingo ao final da tarde.
Uma cerimónia oficial no Gabinete do Primeiro-Ministro israelita Benjamin Netanyahu e sua esposa Sara, juntamente com líderes políticos e personalidades influentes de todo o espectro político, acolheu calorosamente o líder canadiano e sua comitiva de ministros, parlamentares e líderes comunitários, reconhecendo-o como grande amigo do Estado judeu.
"Eu tenho que dizer, Stephen, que você é um grande amigo de Israel e do povo judeu. Eu não estou a dizer por dizer - eu digo-o profundamente, do fundo do meu coração e falo por todo o povo de Israel", afirmou Netanyahu.
"Este mundo é muitas vezes cínico e hipócrita, e você tem mostrado grande liderança moral", acrescentou .
"Quando se trata de lutar contra o terrorismo, você sabe que não pode haver qualquer duplo discurso politicamente correcto, mas somente condenação inequívoca e acção internacional unida. Quando se trata de anti-semitismo, você assume posição inequívoca ao lado de Israel e todo o povo judeu, direi que ao lado da decência e da justiça para todos: judeus e não-judeus. E quando se trata de repetidos apelos do Irão para a aniquilação de Israel, e do seu desenvolvimento incessante de armas nucleares - você e o Canadá têm resistido com firmeza no lado certo da História."
"E, finalmente, quando se trata de paz, você reconhece que uma paz genuína, uma paz duradoura, deve ser baseada no reconhecimento mútuo e em medidas de segurança realistas. Eu acho que em tudo isto e em tantas outras coisas, você tem mostrado coragem, clareza e convicção. E, defendendo a verdade, a sua voz, Stephen, tem sido indispensável".

Harper, ao agradecer a Netanyahu, disse que sua delegação a Israel inclui "não apenas
canadianos judeus, mas canadianos de todo o espectro."

PM canadiano Stephen Harper e sua esposa Laureen recebem flores de crianças israelitas.
Hoje (segunda-feira), Harper - depois de visitar Belém e ter estado em reunião com o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, em Ramallah - vai fazer História ao tornar-se o primeiro primeiro-ministro canadiano a discursar no Knesset - o Parlamento de Israel.
MANIFESTAÇÃO PRÓ-CANADÁ 
Uma manifestação pró-Canadá está a ser planeada a vários quarteirões de distância do Knesset, por iniciativa do canadiano-israelita Danny Hershtal, ex-morador de Toronto.
Muitos têm tentado estar presentes nas recepções privadas onde o líder canadiano será recebido, mas não para fins de ascensão social ou pela emoção de estar na mesma sala com tantos dignitários do seu país natal. Pelo contrário, eles estão realmente ansiosos por apertar a mão do líder canadiano, que, por diversas vezes, demonstrou a coragem de levantar a sua voz, muitas vezes solitária entre as nações do mundo, em defesa do Estado judeu.

Conforme expresso por Mark Adler, um membro da delegação visitante e o primeiro filho de sobreviventes do Holocausto a ser eleito para o Parlamento canadiano, "agradecemos a Stephen Harper, que não embarca levianamente nas opiniões alheias, antes defende princípios."

Quanto àqueles que sugerem que o Canadá deve ter uma abordagem mais "equilibrada" do conflito israelo-palestino, o membro do parlamento canadiano Peter Kent disse ao Unidos com Israel: "Ninguém pode 'equilibrar-se' com aqueles que querem ver Israel destruído e eliminada a única democracia verdadeira" na região. Apontou, por exemplo, a participação da Autoridade Palestina no terrorismo patrocinado pelo Estado, a inclusão de anti-semitismo nos media oficiais e o recebimento de terroristas como heróis.


Os Harper e os  Netanyahu
Na terça-feira à noite, o PM canadiano e a sua Esposa serão os convidados de honra num jantar festivo organizada pelo Fundo Nacional Judaico "em honra do trabalho do Sr. Harper e da sua amizade."

Na quarta-feira, os Harper vão percorrer locais sagrados cristãos no norte de Israel e participar na homenagem a Stephen J. Harper na reserva natural e centro educativo do Vale de Hula. Depois, estarão de visita à Universidade de Tel Aviv, onde o líder canadiano receberá um doutoramento honorário e conversará com os alunos .

Atara Beck, Unidos Com Israel
20 de Janeiro de 2014
 --------------------

Enquanto isso e entre os «palestinos», Abbas o líder da Autoridade Palestina, continua a chamar heróis aos terroristas, nos seus discursos inflamados, os terroristas continuam a disparar mísseis sobre Israel, e tudo o resto que constitui a razão de viver dos jordanos e dos egípcios que passam por «palestinos», e de tantos outros, que desconhecem os valores da paz, da concórdia e da amizade. A aniquilação de Israel e dos judeus, é o objectivo último dessas vidas estreitas e tristes.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.