quarta-feira, 15 de julho de 2015

Um erro histórico para o Mundo

 
 COMUNICADO DE NETANYAHU

"Vou referir-me mais tarde aos detalhes do acordo, mas antes disso, gostaria de dizer aqui e agora - que quando se está disposto a fazer um acordo a qualquer custo, este é o resultado.
A partir dos relatórios iniciais já podemos concluir que este acordo é um erro histórico para o mundo.
Foram feitas concessões demasiado alargadas em todas as áreas que deveriam impedir o Irão de obter armas nucleares. Além disso, o Irão irá receber centenas de biliões de dólares com os quais poderá alimentar a sua máquina de terror e a sua expansão e agressão por todo o Médio Oriente e mundo.
Não se pode impedir um acordo quando os negociadores estão dispostos a fazer mais e mais concessões àqueles que, mesmo durante as conversações, continuavam a entoar: 'Morte à América'. 
Sabíamos muito bem que o desejo de assinar um acordo era mais forte do que tudo, e, portanto, nós não nos comprometemos a impedir um acordo. Tomámos o compromisso de impedir o Irão de obter armas nucleares, e esse compromisso ainda está de pé.
Apelo a todos os líderes em Israel, esta é hora de colocar a política de lado e de nos unirmos nesta questão, tão decisiva para o futuro e segurança do Estado de Israel".


"O Irão vai seguramente ter o caminho aberto para as armas nucleares" - afirmou o primeiro-ministro Netanyahu, acrescentando que "muitas das restrições que supostamente deveriam impedi-lo de o conseguir vão ser levantadas."

"O Irão vai ganhar um jackpot, centenas de biliões de dólares irão entrar nos seus cofres, que lhe permitirão continuar na senda da agressão e terrorismo na região e no mundo. Este é um erro enorme com proporções históricas."
Do blog Shalom Israel.

Os líderes israelitas de todo o espectro político denunciaram o mau acordo nuclear com o Irão como um erro histórico que irá pôr em perigo o mundo inteiro.

A liderança de Israel reagiu duramente ao anúncio feito pelo P5 + 1 e pelo Irão na terça-feira: de que tinham chegado a acordo em relação às aspirações nucleares da República Islâmica.

Os líderes israelitas, da esquerda à direita, apontaram o Ocidente como  tendo capitulado perante o Irão, disseram que este acordo torna o mundo um lugar mais perigoso e prometeram que Israel se irá defender da forma que bem entender e por todos os meios.
Durante uma reunião com o ministro dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos, Netanyahu disse que "este acordo é um erro histórico para o mundo.":



OBAMA DIZ QUE UM IRÃO NUCLEAR EVITARÁ UM IRÃO NUCLEAR

Obama, por seu lado, diz acreditar que este acordo impedirá o Irão de ter armas nucleares (o que é, no mínimo, bizarro)

No discurso sobre o acordo nuclear, Obama afirmou que este se baseia na verificação e não na confiança (o que é, no mínimo, uma "inverdade", como se diz agora).

Depois de elogiar as incomensuráveis virtudes do Irão nuclear, Obama acrescentou que VETARÁ qualquer legislação que impeça que o Irão consiga o que alcançou na mesa das negociações (o que é, no mínimo, pouco democrático).


COMO TRAMAR O OCIDENTE E TER A BOMBA ATÓMICA

O Irão é uma ditadura teocrática terrorista. É o patrocinador nº 1 do terrorismo islâmico global.
As lei nacional do Irão é a sharia, a lei islâmica que providencia que centenas de homossexuais e mulheres alegadamente adúlteras sejam respectivamente enforcados e apedrejadas em praça pública, entre outros horrores banais.

Execuções públicas de homossexuais no Irão - uma das poucas diversões permitidas pela Sharia...

O Irão ameaça diariamente  Israel com o genocídio e a extinção. O Irão nega oficialmente que tenha havido Holocausto e define oficialmente os judeus como um povo a erradicar da Terra. O Irão deixou sempre claro, ao longo destes três anos de negociações, que continuará a odiar e a combater os Estados Unidos e o Mundo Livre.

O Irão simplesmente não negociou. Ou recusou-se a fazer cedências, ou fê-las, apenas para depois dar o dito por não dito. Quem estude o Islão e os ardis da taqyiia, não ficará surpreendido.

Beneficiando da cumplicidade de um político afecto ao Islão, um inacreditável Obama, que é o líder do Mundo Livre, o Irão alcançou o seu objectivo:



Israel não vai deixar-se destruir para provar que teve sempre razão. Aguardemos...

2 comentários:

  1. Este Obama é um canalha da pior espécie! Tem um talento especial para criar inimigos onde tinha amigos e dar regalias aos inimigos de sempre. É simplesmente um traidor e merecia ser tratado como tal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os 25% de sangue africano que ele possui colocam-no a salvo do julgamento que deveria ter. A discriminação positiva continua a funcionar :-(

      Oliveira

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.