quinta-feira, 2 de julho de 2015

MAS!!!.. MAS!!!... MAS!!!... - Conclusão

 Conclusão de

MAS!!!.. MAS!!!... MAS!!!... - 1 

MAS!!!.. MAS!!!... MAS!!!... - 2


Quando se condena um país por este se defender do extermínio, e ainda por cima por fazer todo o possível por evitar vítimas civis, só podemos estar mesmo no Fim dos Tempos!
O Exército de Israel está a ser acusado de ter sido demasiado cuidadoso ao evitar baixas civis  
O IDF (Forças de Defesa de Israel) está a ser criticado por especialistas militares internacionais, devido aos seus esforços na protecção de civis, um "precedente perigoso", que outros Exércitos não podem atingir.
Operação Protecção-Limite - VITÓRIA, graças a Deus! Não tivesse sido o terrorista da Casa Branca e Israel tinha destruído completamente o Hamas.
Especialistas afirmam que os cuidados do IDF estabelecem precedente perigoso



O IDF foi mesmo criticado pelo seu excesso de sensibilidade. Stern, no artigo, cita Wolff von Heintschel Heinegg, especialista em Direito Militar distinguido a nível europeu pela Universidade Viadrina em Frankfurt, como tendo dito que o IDF tem "muito mais precauções do que as que são necessários (...) e está a estabelecer um precedente que não é razoável para os outros países democráticos do Mundo, que podem também  estar a lutar em guerras assimétricas contra actores não-estatais brutais que abusam dessas leis."


Michael Schmitt, Director do Centro de Stockton para o Estudo de Direito Internacional do Naval War College dos Estados Unidos, concorda que o IDF está a criar um precedente perigoso que pode prejudicar o Ocidente na sua luta contra o terrorismo.
"As precauções do IDF vão muito para além do que a Lei exige, mas também vão às vezes além do que seria razoável em outros teatros de operações, noutros lugares do Mundo", alertou. "As pessoas vão começar a pensar que os Estados Unidos e outras democracias ocidentais devem seguir os mesmos exemplos em diferentes tipos de conflito. Isso é um risco real", disse Schmitt.


Israel podia ter tido menos baixas se tivesse tido menos cuidados com o inimigo - As crianças, usadas pelos terroristas como isco, pediam ajuda. Maton Gotlib pôs de imediato a sua vida em risco para resgatar as crianças, filhas dos seus inimigos mortais. Foi assassinado.

Stern, em seguida, cita um relatório do Instituto Judaico para Assuntos de Segurança Nacional (JINSA), que analisou a conduta de Israel no conflito do Verão passado. O relatório observou que "contrariamente às acusações de conduta militar ilegal generalizada, observou-se que Israel sistematicamente aplicou as  regras de conduta estabelecidas que aderiram ou ultrapassaram a Lei de Conflito Armado (LOAC), num esforço sem precedentes para evitar infligir baixas civis, mesmo quando fazê-lo teria sido legalmente permitido, e para satisfazer as preocupações dos críticos. No entanto, é a conclusão desta 'task-force' que a contenção militar de Israel involuntariamente permite ao Hamas distorcer tanto a Lei como os factos, para os seus próprios propósitos, em detrimento final de segurança dos civis, pela qual o Hamas é o único responsável ".

 

Uma amostra de 60 segundos sobre como o Hamas usa escudos humanos. Se procurar no youtube por how hamas uses human shields (como o hamas usa escudos humanos), encontra muito mais.
A utilização que o Hamas faz da sua da população civil como escudos humanos tem sido bem documentada e criticada pela Amnistia Internacional: "O manual do Hamas manda matar os seus próprios civis, enquanto que o manual do IDF vai ao extremo - que alguns dizem ser inadequado - de tudo fazer para proteger as vidas inocentes durante a guerra", afirma o artigo.

A Magen David Adom tratou centenas de feridos durante a ofensiva do Hamas no Verão de 2014.
Algumas pessoas "acusam" Israel de ter poucas baixas durante a guerra do último Verão. Uma das razões é que Israel protege os seus civis (e os do inimigo), ao passo que o Hamas tenta ao máximo ter baixas! 

Leia ou releia, sff:

Comparar baixas é MANIPULAÇÃO

O Exército Mais Moral na História da Guerra



Ebook: 'Israel Defense Forces 24/7'

Por terra, mar e ar, os bravos soldados do IDF protegem os cidadãos de Israel contra qualquer perigo. Veja como é o IDF por dentro, neste ebook gratuito da United with Israel:


Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.