quarta-feira, 23 de março de 2016

Purim - Ajude as vítimas do terrorismo em Israel

 
Leve alegria nesta festa de Purim às vítimas israelitas do Terror
Leve alegria e bênçãos às famílias israelitas que sofreram a dor e o trauma de um ataque terrorista. O seu presente vai tocar-lhes o seu e tornar a celebração ainda mais especial!
Se não puder contribuir materialmente, envie os seus votos de solidariedade e as suas orações. Pelos mortos, pelos sobreviventes e pelas suas famílias.
Em Israel, as crianças nos infantários são alvo de bombardeamentos, de tiros de snipers e dos terroristas que chegam pelos túneis subterrâneos. Neste vídeo, o dia-a-dia das crianças israelitas alvejadas pelos terroristas de Gaza, mais um território que o minúsculo Estado de Israel deu aos árabes em troca da paz que eles não querem. De 1960 a 2004, 95% de todos os actos terroristas no mundo foram islâmicos.

Crianças da cidade de Sderot sob fogo terrorista. Isto o seu telejornal não mostra. Só lhe mostra quando Israel, após muito sofrimento, vai de peito aberto destruir os redutos dos terroristas, que por sua vez usam as próprias crianças como escudos humanos.

 
Vivendo debaixo de fogo, todos os dias. Neste vídeo, imagens que os media não mostram: os terroristas explicam como, após lhes ter sido dada Gaza, usam o território como base para tomarem o que resta de Israel e destruírem todos os judeus. Falam do seu ódio irreprimível aos judeus e do desejo de os exterminarem.


Que outra democracia do Mundo permite mísseis disparados sobre as suas crianças? Para grande desgosto de alguns, já não morrem tantas crianças israelitas hoje em dia, porque Israel teve que apurar a sua capacidade de se defender. E são os israelitas que são acusados de matarem crianças!

Jerusalém debaixo de mais um ataque de mísseis. Mas a podre Imprensa afirma que é Israel que ataca os Árabes. E o Mundo acredita.

Mais um jovem judeu espancado e humilhado pelos Árabes na Cidade Velha de Jerusalém. É o trivial. Os judeus aprenderam a levar pancada, a serem atacados, espancados e assassinados, na sua própria Pátria, e a não responderem na mesma moeda.

 
Ahlam Tamimi, um demónio terrorista que Israel libertou, ri-se, deliciada, ao saber que matou mais 8 crianças israelitas do que julgava. Mas a Imprensa, a extrema-esquerda e os neo-nazis, dizem que é Israel que mata crianças.

2 comentários:

  1. Acordo todos os dias na madrugada para orar pelo povo judeu, povo que amo muito. Deus me deu o privilégio de casar com um judeu e viver um casamento muito feliz. Que Deus proteja o povo de Israel das garras do inimigo. Shalom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que Deus lhe pague, cara amiga. A luta será difícil, mas o Bem triunfará.

      Oliveira

      Eliminar

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.