quarta-feira, 16 de março de 2016

A repugnante homenagem "palestina" a uma assassina de 37 israelitas



Como é que os "palestinos" celebraram o Dia da Mulher este ano? Elogiando uma mulher terrorista que matou 37 israelitas inocentes.

Dalal Mughrabi levou a cabo o mais mortífero ataque terrorista na história de Israel. 37 civis israelitas, incluindo 12 crianças, morreram quando ela ajudou a sequestrar um autocarro em 1978.

A "Autoridade Palestina" tem feito de Mughrabi um modelo para a "resistência palestina". Muitas escolas, ruas e parques têm recebido o nome dela.

Nada mudou, mesmo depois de Israel ter assinado os Acordos de Oslo com os "palestinos" e continuar a financiar-lhes a água e a electricidade.

Veja este tributo horrível a uma terrorista "palestina", um resultado directo de propaganda "palestina", e diga ao Mundo que esta é a verdadeira face dos "parceiros da paz":

 

 
 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.