terça-feira, 22 de março de 2016

Bélgica e Europa em guerra (mas não sabem)



- As pedradas contra a Polícia já tinham começado, como primeira represália pela prisão do terrorista do Massacre de Paris. Os islamistas acharam-se no direito de assassinar pessoas inocentes em Paris, por serem "infiéis". Agora acharam-se no direito de "vingar" a prisão do irmão de crença Abdeslam.  E achar-se-ão sempre no direito de se "vingarem" de todas as medidas anti-terroristas dos Governos "infiéis".

- Os governantes debitam as banalidades proverbiais em conferências de Imprensa, asseguram que estão de coração partido, mas são eles que asseguram incessantemente que o Islão é pacífico, e que apelidam de "racista" quem lhes mostre a evidência em contrário (VER POST ANTERIOR).

- Foram estes governantes que encorajaram a entrada de "migrantes" como os que fizeram o Massacre de Paris, o de hoje na Bélgica, e tantos outros ataques jihadistas que têm fustigado o Velho Continente. E mais se seguirão. A Europa está em guerra. Mas não sabe.



- O meu hippienazi preferido vai ler este post, abanar a cabeça, lamentar mais uma vez que eu tenha "enlouquecido", proclamar que eu (!!!) estou "cheio de ódio" e bombardear-me com emailes com citações pacifistas do Ghandi e apelos a "amar os nossos irmãos muçulmanos". Também já deve estar a preparar mais um dos seus lendários artigos de apologética islâmica, que proclamam que as "Cruzadas" é que foram más.
- Imagens acabadas de chegar da Bélgica - eis o resultado da política de fronteiras abertas aos terroristas:





- Os políticos, os jornalistas, os comentadores, ninguém se atreve a usar a palavra proibida, a que motivou mais esta tragédia: ISLÃO!

- O CORREIO DA MANHÃ já deve estar a preparar mais outro artigo sobre "os refugiados mais sexy". Talvez sobre "os bombistas suicidas mais sexy", para variar um bocadinho...
- Os amolecidos europeus, atarantados por décadas de doutrinação no Marxismo Cultural,  já estão a substituir as bandeiras francesas por bandeiras belgas nos seus perfis de Facebook. Seguir-se-á o habitual concurso de artes gráficas. Já tivemos o "Je Suis Charlie!" e este da Torre Eiffel:


Pode ser uma oportunidade de algum jovem desempregado com licenciatura em Artes arranjar um empregozito mal pago. A Europa está em crise profunda, mas abre as portas e trata principescamente falsos migrantes com os bolsos a abarrotar de dinheiro. No meio deles chegam terroristas. Os verdadeiros refugiados não chegam cá.


- O senhor Angel Lee, um francês de origem asiática, que dizia ao filho pequenino que o terrorismo se combatia com velas e flores, deve estar em palpos de aranha para se justificar perante o seu sensato rebento:



- Os hipócritas blasèe (que jamais lamentaram um atentado islamista em África) já gozam por antecipação o prazer de chamar hipócritas aos que porão a bandeira da Bélgica no perfil "porque não puseram a bandeira da Nigéria, da Somália ou do Mali".

- Os idiotas profissionais estão em cuidados: os muçulmanos vão ficar com "má imagem" após mais este massacre! É o principal problema deles. As vítimas e as suas famílias? Bah!...

- A Ministra hippie extrema-esquerdista da Suécia, a que ri da Jihad Sexual, já deve estar a preparar a sua declaração a culpar Israel por mais este ataque igual ao que os israelitas sofrem constantemente.



- Os "palestinos" e o mundo islâmico em geral, já devem estar a celebrar efusivamente mais esta vitória sobre os "infiéis":
 



- Os neo-nazis e os islamistas já estão a escrevinhar as suas habituais teorias de que:
a) Não aconteceu nada, foi tudo uma encenação à Hollywood, com hologramas.

b) Os autores dos ataques foram os serviços secretos belgas, a CIA e a Mossad.

c) Ainda que as teorias se anulem mutuamente, a culpa é dos judeus.

- O Camarada Arnaldo Matos, Grande Educador da Classe Operária, deve estar prestes a emitir mais um comunicado a saudar mais esta "acção heróica por parte dos patriotas belgas contra o Imperialismo":

MRPP apoia o Massacre de Paris!


- O resto da extrema-esquerda não o diz tão abertamente, com medo de perder eleitores, mas pensa exactamente o mesmo. Porque:
a) Comparam estes ataques terroristas aos ataques da NATO contra o ISIS ou contra a Al-Qaeda.
b) Quanto mais caos houver no Mundo Livre, maiores são as chances de o Comunismo finalmente triunfar. 
 
Suécia: manifestação da Esquerda pela islamização da Europa.

- O senhor Ahmed Aboutaleb, Presidente da Câmara de Roterdão, Holanda, - que até é muçulmano! - já deu a receita para acabar com estes problemas:
SE NÃO APRECIAM AS LIBERDADES OCIDENTAIS, FAÇAM AS MALAS E VÃO-SE F****!
No nosso post original sobre as declarações do senhor Ahmed, alguns vídeos já foram censurados pelo lóbi islamista, mas ainda se encontra na Internet este vídeo, deste digno holandês, muçulmano e de origem Árabe, em directo na TV nacional, a mandar os bárbaros para onde vieram:



Os autores do Massacre de Paris declararam que o fizeram como punição aos "infiéis" por estes estarem a participar numa "festa indecente" (um vulgar espectáculo de rock'n'roll no Bataclan), a beberem bebidas alcoólicas nos bares e a assistirem a um jogo defutebol (que também é contra Alá).  
Se não gostam de música, de cerveja , de bola e de infiéis, DESAPAREÇAM!!! E se não quiserem desaparecer, demos-lhe um empurrãozinho! Pelo voto, pela opinião - não pela violência ou pela vingança! Não somos da mesma laia dos terroristas! É urgente fazermos sentir aos nossos políticos que não queremos que a Civilização Ocidental se dissolva no caos e na barbárie. Se isto continua, é inevitável que surjam milícias, desordem social e guerra civil. E isso não queremos!
Enquanto o Mundo Livre (incluindo Israel), não perceber que  o Islão lhe move uma guerra permanente desde há 1.400 anos, e não seguir os conselhos do senhor Ahmed, continuaremos em guerra diária.
- A nossa sentida homenagem às vítimas de mais esta tragédia e aos familiares. As nossas orações estão convosco. A vossa dor é a nossa dor.

Já que os órgãos de Informação não informam, e escamoteiam a realidade, tentaremos ir dando o nosso contributo para vos mostrarmos o que eles escondem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.