domingo, 27 de março de 2016

Muçulmana rasga bandeira de Israel na homenagem às vítimas de Bruxelas


"O que a incomodou mais neste ataque terrorista foi o facto de a bandeira de Israel ter sido depositada em solidariedade com o povo belga. Esta é a essência da obsessão anti-Israel".
Um canal de Televisão francês, num serviço memorial realizado em memória das vítimas do terrorismo em Bruxelas, na Place de la Bourse, mostrou uma activista anti-Israel removendo e rasgando uma bandeira israelita que tinha sido colocada no local em solidariedade com as vítimas.

O canal de televisão francesa RTL exibiu as cenas durante o memorial de quarta-feira, mostrando a activista retirando a bandeira dentre várias bandeiras de outros países, amassando-a, rasgando-a, e depois escondendo-a sob uma bandeira "palestina". Assista à filmagem aqui:

 

"Obtive o vídeo de um estudante judeu, em Bruxelas, que assistia na TV à transmissão ao vivo do local do ataque", disse Ido Daniel, que lidera os esforços para combater o anti-semitismo, na União Nacional de Estudantes Israelitas.

"Assim que obtive o vídeo, divulguei-o nas redes sociais. Esta é a única maneira que temos para lutar e revelar os verdadeiros rostos desses activistas e no que eles se focam, num momento tão terrível", disse ele ao jornal israelita Yedioth Ahronoth.
A activista, acrescentou Daniel, "não se preocupa com as vítimas do terrorismo ou com a catástrofe que ocorreu na sua cidade apenas 24 horas antes. O que a incomodou neste ataque terrorista foi o facto de a bandeira de Israel fazer parte de uma manifestação de solidariedade com o povo belga. Esta é a essência da obsessão anti-Israel".

Por: JNS.org via UNITED WITH ISRAEL
Também em Espanhol.


1 comentário:

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.