quarta-feira, 9 de março de 2016

Outro dia de "Intifacada" e de terrorismo jornalistico


Directamente de Israel, da cena dos ataques terroristas, os membros da HONEST REPORTING dão conta de como a Imprensa internacional transforma os terroristas em vítimas e vice-versa.

Nas últimas horas, ocorreram vários ataques terroristas em Israel, quase em simultâneo, à chegada do vice-presidente norte-americano. No pior incidente, um "palestino" entrou em frenesim de esfaqueamento em Jaffa, matando um turista americano e ferindo vários outros.
Dois polícias de fronteira foram feridos num ataque a tiro na Cidade Velha de Jerusalém, enquanto outro israelita foi ferido num esfaqueamento em Petah Tikva.
Actualizações permanentes no The Times of Israel.
Alguns meios de comunicação internacionais, no entanto, estão mais preocupados com os terroristas palestinos do que suas vítimas:

Aqui é o mais recente título da International Business Times:

"Israel: Três palestinos mortos à chegada do vice Presidente Joe Biden para conversações"

Na Televisão One News da Nova Zelândia:


"Três palestinos mortos pela forças de segurança israelitas em incidentes separados" 

NBC News dá a notícia como se os esfaqueamentos tivessem sido cometidos por israelitas:


"Turista americano morto em violência israelita à facada à chegada de Biden para conversações"

Para o The Irish Times, um americano simplesmente "morreu" às mãos não de um terrorista "palestino", mas de "um atacante de Tel Aviv", dando a impressão que os quatro "palestinos" abatidos (em subtítulo) nada tiveram a ver com o ataque:

"Americano morre após ataque à facada contra 10 pessoas cometido por atacante em Tel Aviv"

A BBC, no seu registo habitual, isenta os terroristas "palestinos" de responsabilidades nos ataques terroristas:

"Um morto e vários feridos em ataques contra israelitas"

É de admirar que a opinião pública se vire contra Israel, se é permanentemente bombardeada com esta propaganda da jornaleiragem, uns de extrema-esquerda, outros comprados pelos Senhores do Petróleo para demonizarem Israel? Eles podem não acreditar em Deus, mas terão que lhe prestar grande contas...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.