terça-feira, 8 de maio de 2018

Hamas: Crianças-escudos humanos e outras maravilhas que o Mundo ama!

Querem que Israel lhes dê mais pneus para eles queimarem, para atacarem Israel sob a cortina de fumo.

"Apenas dois dias depois de os árabes terem queimado milhares de pneus na fronteira israelita com Gaza em protestos violentos, um porta-voz "palestino" do respectivo Ministério dos Transportes reclamou da falta de pneus, exigindo que Israel fornecesse mais. (...)
Muhammad Hamdan, porta-voz do Ministério dos Transportes da Autoridade Palestina, criticou Israel numa entrevista ao Jerusalem Post por não fornecer a Gaza uma mercadoria escassa: pneus".
- Breaking Israel News


Muitas pessoas estão totalmente condicionadas pela propaganda dos jornalistas em relação a Gaza e Israel. E não se interrogam afinal sobre o que é Gaza e o que se passa lá. 
Fazem todo o possível por não saber nada. Há ódios de estimação que sabe bem conservar...


Muitas pessoas preferem acreditar na patranha soviética de que  "os malandros dos judeus roubaram a terra toda aos árabes":
A Mentira Soviético-Palestina

Para além de ter oferecido aos Árabes (que invadiram Israel em 1920) a Jordânia e a Península do Sinai, mais a quase totalidade da Judeia e Samaria (que eles recusaram), Israel deu-lhes Gaza, como uma experiência: se os Árabes parassem de atacar Israel, teriam a totalidade da Judeia e Samaria, como tanto querem. 
Israel é o único país na História que deu aos seus inimigos mais de 2/3 do seu território, apenas em troca de paz - e sem êxito.
Desde que Israel entregou Gaza aos Árabes, o território tem sido basicamente uma base terrorista para ataques permanentes contra Israel. Raptos, execuções, túneis de terrorismo, bombardeamentos com mísseis, infiltração de terroristas, etc., etc..
A situação é absurda. O mundo despeja milhões em Gaza, a título "humanitário". O  grupo terrorista Hamas, que controla o território, usa-os para comprar armas para atacar Israel.
Em troca, Israel fornece tudo a Gaza: água, electricidade comida, assistência médica, electrodomésticos, etc., etc..
No entanto, a imagem que os jornalistas dão de Gaza e que é percepcionada pelas massas, é que Gaza é "um campo de concentração onde Israel mantém os árabes prisioneiros"! 
Como a maior parte das pessoas não questiona a propaganda jornalística, e é propensa a culpar os judeus e a tomar o partido dos árabes (porque são pobrezinhos) Israel é atacado pelos terroristas, paga-lhes com o Bem, e ainda fica com fama de ser o vilão! 
Poderíamos aconselhar por exemplo a nossa secção Hamas, ou  Gaza, mas quem odeia não quer saber da verdade.  Nem está minimamente preocupado com os cidadãos de Gaza, as primeiras vítimas do Hamas
Na melhor das hipóteses, as pessoas fazem equivalente moral entre terroristas e vítimas, "porque os israelitas  também não são santos". Como se fosse preciso ser-se santo para se ter o direito de auto-defesa, ou pelo menos para não se ser rebaixado ao nível de terroristas assassinos. 


Agora, o Hamas tem uma nova estratégia: manda os cidadãos de Gaza investirem contra a fronteira com Israel, atacarem os soldados e incendiarem as culturas em Israel. 
Usam escudos humanos, atacam com explosivos, destroem a cerca de fronteira e disparam contra as forças israelitas. 
O IDF, o Exército mais moral da História, tem abatido alguns terroristas, mas os jornaleiros comunistas/islamistas, como o intragável Sena Santos, dizem que Israel "abate civis sem motivo".
Temos feito bastantes posts sobre esta "Marcha de Retorno" do Hamas, o grupo terrorista que o mundo ama, porque só mata israelitas. Hoje fazemos mais um.
A VERDADE sobre o suposto jornalista morto em Gaza


O seguinte vídeo responde a todas as perguntas sobre a "Marcha de Retorno" e a resposta das Forças de Defesa de Israel aos protestos "pacíficos" na fronteira de Israel. 
Assista aos discursos de ódio do Hamas. Veja como eles constroem a sua propaganda anti-semita e anti-Israel à custa do seu próprio povo, a quem eles fazem lavagem cerebral e perseguem. 
Descubra como os pais podem ser convencidos a sacrificar os seus próprios filhos, colocando-os em perigo mortal. Entenda porque é que Israel não tem escolha a não ser proteger-se, às vezes usando força letal, como qualquer outro país faz:




No vídeo abaixo, mais um que será retirado pela máfia de extrema-esquerda e islamista do Youtube, podemos ver como o Hamas usa as crianças como escudos humanos. Caso o IDF atinja alguma criança, há alegria e júbilo, pois há vítimas e fotos dramáticas para mostrar à Imprensa internacional. 
Temos mostrado neste blogue dezenas de vídeos de escudos humanos. O Hamas, aliás, obriga as crianças a escavarem túneis para atacar Israel  e a seguir executa-as, como temos também documentado.





No vídeo seguinte pode ver como os terroristas do Hamas e os populares em Gaza lançam papagaios de papel para território israelita, tendo já causado numerosos incêndios e destruído muitos hectares de culturas.


Os papagaios levam os habituais símbolos nazis, porque os mamometanos foram e são aliados dos nazis e continuam a ser nazis. O "pacifismo" deles é assim.



Mas também há espaço para Pallywood, a indústria de propaganda nazi anti-Israel.
No vídeo abaixo, o "ferido" levanta-se assim que as câmaras acabam de filmar. O que interessa aos Senas Santos, aos Paulos Farinhas, aos Nunos Lobitos Incha Lá, já está registado em vídeo, para o esforço contínuo de destruir Israel e os judeus. 
Ou então, quem sabe?, foi milagre!!! Praaaaaaiiiise the Lord!!!






É comum, aliás, os maometanos mandarem os filhos enfrentarem tropas ou explodirem-se:
Hamas envia menina de 7 anos para enfrentar as tropas israelitas

Os maometanos odeiam mais os infiéis (sobretudo os judeus) do que a eles mesmos.
Não se importam de morrer, desde que moram matando. O Islão é isso mesmo. É ÓDIO PURO.



Com erros de Israel (acreditar que é possível paz e diálogo com estes seres movidos pelo ódio) poderíamos aprender. Israel bem nos avisa. Mas não aprendemos, o Ocidente vai pelo mesmo caminho...
O crime perfeito: Israel é o campo de testes para a Jihad Global

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão desactivados pois o blogue está inactivo. As nossas desculpas por qualquer incómodo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.