sexta-feira, 26 de maio de 2017

Robert Spencer envenenado na Islândia


"O Islão entende que a sua missão na Terra é impor a lei de Alá ao Mundo pela força" - Robert Spencer, responsável pelo site Jihad Watch, escritor, conferencista, resistente à invasão islâmica do Mundo Livre. Foi envenenado por dizer a VERDADE, por apontar os FACTOS. 

"Não tenho a menor dúvida de que quem me envenenou na Islândia ficou feliz com o que fez. Se ele disse a alguém o que ele fez, tenho a certeza de que ele foi saudado como um herói. Também estou ciente de que muitos dos que lêem isto irão cantar e exultar sabendo que alguém que odeia a minha oposição ao terror da Jihad e à opressão da Sharia me deixou gravemente doente. É assim que a esquerda se tornou degenerada e má. 
Enquanto isso, na Islândia e em todo o Ocidente, os estudantes de esquerda mobilizam-se e ameaçam fisicamente os palestrantes conservadores. Os porta-vozes esquerdistas entregam-se frequentemente à rectórica mais histérica para difamar os seus inimigos. Os políticos acovardam-se, com medo, e recusam-se a discutir essas questões, garantindo apenas que os problemas que identifiquei quando falei em Reykjavik continuem a crescer, na Islândia e em outros lugares.  
Nos anos 1920 e 1930, à medida que subiam ao poder na Alemanha, os nazis doutrinavam os seus jovens seguidores com a mesma mensagem: aqueles que se opõem a nós são maus. Aqueles que os brutalizam estão a fazer uma coisa louvável. 
Todos nós vimos onde isso levou. Quando eu estava deitado na minha cama de hospital em Reykjavik na semana passada, pensei nesses dias, e sobre como a demonização que a esquerda faz dos seus oponentes hoje levará a exactamente à mesma coisa. Eu experimentei isso, na minha infeliz visita àquela terra feliz."

in Robert Spencer envenenado após dar palestra anti-Jihad na Islândia

---------------------------------------


Robert Spencer e Pamela Geller, do movimento Stop Islamization of America, em acção de apoio à comunidade sikh, alvo frequente da violência e do terrorismo islâmico. O facto de Spencer ser também amigo de Israel deve ter pesado na motivação para o crime. Para os comunistas e para a sua subdivisão nazi, quem apoia o direito dos judeus à vida, merece a morte. Sempre assim foi.

Há muito que avisamos que está em marcha um novo Nazismo, um novo internacionalismo Comunista, de braço dado com o Islão e com o globalismo de Soros e Companhia, para aniquilarem o Mundo Livre. A propaganda é levada a cabo pela classe jornalística. A tropa de choque é uma juventude embrutecida, manipulada, mentalmente condicionada. Estes jovens MATAM. Como os jovens islâmicos seus aliados.  

Nova Ordem Mundial Para Totós



A Robert Spencer os nossos votos de boas melhoras. 

Agora, algumas propostas de reflexão:

1. AMOSTRA DOS IDIOTAS ÚTEIS DE ESQUERDA: UMA GERAÇÃO (DES)EDUCADA PARA SE ODIAR A SI MESMA, À SUA CULTURA, AO SEU PAÍS, AOS SEUS VALORES. UMA GERAÇÃO QUE NÃO SABE PENSAR, APENAS SABE BRANDIR SLOGANS E ODIAR POR REFLEXO CONDICIONADO: 









ETC., ETC., ETC. ...

MAS HÁ ESPERANÇA:






COMPREENDENDO O FENÓMENO 
PERANTE A FALÊNCIA DO MODELO COMUNISTA, QUE CAUSOU A DESGRAÇA POR ONDE PASSOU (E CONTINUA, VEJA-SE P. EX. COREIA DO NORTE OU VENEZUELA) OS FERRENHOS DO SOCIALISMO CIENTÍFICO ENCONTRARAM OUTRA ESTRATÉGIA PARA TOMAR O PODER:




 A AFINIDADE ENTRE COMUNISTAS E ISLAMISTAS
Todo comunista, sem exceção, é cúmplice de genocídio, é um criminoso, um celerado, tanto mais desprovido de consciência moral quanto mais imbuído da ilusão satânica da sua própria santidade.
Nenhum comunista merece consideração, nenhum comunista é pessoa decente, nenhum comunista é digno de crédito.
São todos, junto com os nazistas e os terroristas islâmicos, a escória da espécie humana. Devemos respeitar seu direito à vida e à liberdade, como respeitamos o dos cães e das lagartixas, mas não devemos lhes conceder nada mais que isso. E seu direito à vida cessa no instante em que atentam contra a vida alheia.
 (...) Sim, os comunistas são diferentes da humanidade normal. São diferentes porque se acham diferentes. São inferiores porque se acham superiores. São a escória porque se acham, como dizia Che Guevara, “o primeiro escalão da espécie humana”.
Eles têm, no seu próprio entender, o monopólio do direito de matar. Quando espalham bombas em lugares onde elas inevitavelmente atingirão pessoas inocentes, acham que cumprem um dever sagrado. Quando você atira no comunista armado antes que ele o mate, você é um monstro fascista. (...)
Quem pode esperar um debate político razoável com pessoas de mentalidade tão deformada, tão manifestamente sociopática? 
Um comunista honesto, um comunista honrado, um comunista bom, um comunista que por princípio diga a verdade contra o Partido, um comunista que sobreponha aos interesses da sua maldita revolução o direito de seus adversários à vida e à liberdade, um comunista sem ódio insano no coração e ambições megalômanas na cabeça, é uma roda triangular, um elefante com asas, uma pedra que fala, um leão que pia em vez de rugir e só come alface. Não existiu jamais, não existe hoje, não existirá nunca.

OLAVO DE CARVALHO - A ESCÓRIA DO MUNDO 


P.S. - Nem só de terrorismo puro e duro vive o Islão. A hostilidade dos muçulmanos, dos "pobres refugiados" a quem os acolhe, é o pão nosso de cada dia das cidades europeias. Aqui é na Alemanha, onde simpáticos muçulmanos gritam na rua que pretendem "f**** a mãe de alguém" e atacam transeuntes à cinturada e à facada.


Uma gente encantadora!!! Os jovens esquerdistas, como os que envenenaram Robert Spencer, acham isto do mais fino recorte cheguevariano! Afinal, é mais ou menos assim que tratam os pais e a Sociedade, que os sustentam e os aturam.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.