domingo, 8 de janeiro de 2017

Terrorista mata em Jerusalém. Jornalistas culpam camião.

 

P.S. em 15.1.2017: Substituímos o vídeo. O YouTube continua a retirar os vídeos deste ataque, de modo a que a propaganda palestinianista/islamista/nazi possa negar que o mesmo sucedeu de todo.

Continua a INTIFACADA em Israel.  Obedecendo às ordens do mega-terrorista Mammoud Abbas, os islamistas matam judeus com facas, machados, carros, o que têm à mão. Desta vez foi com um camião.
Quando um terrorista islâmico atira um camião para cima dos "infiéis" em França ou na Alemanha, é "uma tragédia provocada por um louco". Quando é em Israel, é apenas a ordem natural das coisas. Israelita não é gente. É alvo.

A BBC descobre pouco a pouco que o camião que matou inocentes em Jerusalém tinha um condutor terrorista atrás do volante.
Via HONEST REPORTING
Nota nossa: E "os judeus que controlam os media". Que faria se não controlassem.
A BBC tem o hábito de atribuir ataques terroristas a objectos inanimados ou a veículos. E assim foi com o ataque terrorista que ocorreu no bairro Armon Hanatziv de Jerusalém, e que, até agora, matou quatro israelitas e feriu muitos mais.

A BBC deu a notícia assim:


Traduzindo: "Ataque com camião" em Jerusalém fere 15.
Sempre as aspas, claro...

Depois a notícia progride gradualmente para o seguinte:

Traduzindo: "Ataque com camião em Jerusalém fere soldados"

A BBC parece confusa sobre quem o o que realizou o ataque. O que terá levado um camião a atacar os soldados? Parece um pouco estranho, dado que, de acordo com a manchete inicial, havia um "suspeito terrorista".
Em que ficamos, BBC? Um camião ou um terrorista?
Finalmente, a BBC parece reconhecer que havia um motorista atrás do volante do veículo.

Traduzindo: "Ataque em Jerusalém: 4 mortos depois de motorista de camião  atropelar soldados".

 Parabéns à BBC pelo que, infelizmente, é um progresso.

--------------------

Israel, por favor: Faz como a maior parte dos países muçulmanos, que não admitem lá judeus, e expulsa os colonos muçulmanos hostis para as terrinhas deles.  Não ficarás pior do que já estás, porque bem sabes que por muito bem que faças, jamais contarás com algum sentido de justiça da parte de quem te odeia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.