domingo, 10 de dezembro de 2017

Embaixada em Jerusalém: uma perspectiva religiosa

Nota: O nosso blogue não esposa nenhuma religião. Só temos falado de religião do ponto de vista da cultura geral (as festividades religiosas judaicas, os Templos Sagrados de Jerusalém, etc..). A Religião e Israel estão ligados historicamente, como todos sabemos. Pareceu-nos contudo interessante a tradução deste artigo. Avisamos que é uma visão religiosa de um grupo religioso.
Para saber o essencial sobre os Templos Sagrados de Jerusalém, leia ESTE POST, sff.
E lembramos que a declaração de Trump não é nada de novo, mas como é o Trump, caem-lhe em cima...


Presidente Trump: "Seja um Rei Ciro!"
Presidente Donald Trump: "Esteja com Israel na construção o Terceiro Templo em Jerusalém. Como o Rei Ciro da Pérsia, em 536 AEC". 
Fonte
"Telefone ao Papa e peça-lhe a devolução da Menorá do Templo e dos outros objectos sagrados. Que regressem a Jerusalém para serem usados ​​por Israel no Terceiro Templo Sagrado, que será construído em breve, como o Rei Ciro fez quando devolveu ao Templo a Menorá e os objectos que estavam na Babilónia para serem usados ​​no Segundo Templo".

O Movimento Fiel do Monte do Templo e da Terra de Israel abençoou o presidente Donald Trump após a sua eleição como o próximo presidente a liderar os Estados Unidos da América. Hoje, estamos a abençoar o presidente Donald Trump com uma antiga bênção judaica: "Bem-aventurado, SENHOR nosso, Rei dos Reis, por compartilhares a Tua honra com os seres humanos".





Muitos em Israel pensam e acreditam que a eleição do presidente Donald Trump não foi um acidente, mas sim uma parte importante dos eventos do fim dos tempos que estamos a viver nesta época tão significativa da História moderna.
O presidente Trump apareceu de repente do nada. Ele nunca foi um membro activo ou um funcionário em nenhum dos partidos políticos nos Estados Unidos. Ele veio com uma visão completamente diferente de todos os outros candidatos nas recentes eleições e mostrou-se especialmente diferente do presidente que serviu antes dele.
A sua visão para a América é basicamente retornar à visão dos pais fundadores da América, uma visão baseada e adoptada a partir do mandato Bíblico estabelecido pelos Profetas de Israel.
Mais do que isso, o presidente Donald Trump foi eleito pelo povo americano com grande entusiasmo e expectativa, especialmente em relação à sua visão e política para o maior aliado dos Estados Unidos: Israel.
Permitam-nos dizer neste ponto, considerando o facto de que estamos a viver uma era muito "racional e intelectual na História", quando tantas pessoas e nações rejeitaram qualquer compreensão espiritual autêntica e colocaram o D-US a um canto das suas vidas e esqueceram que existe apenas Um Que guia a Humanidade: é apenas D-US, nosso Criador, que lidera o Universo.
Foi D-US Quem causou essa escolha "revolucionária" nos Estados Unidos, que levou à eleição de Donald Trump.
Em relação a todas as circunstâncias invulgares, queremos dizer que a eleição do presidente Donald Trump foi um evento milagroso. Apesar de Donald Trump não o ter dito, foi apenas D-US Quem o dirigiu a levar a cabo tal visão de retornar às raízes da fundação americana, baseadas na visão Bíblica. Ele sabia muito claramente que esse era o desejo do povo americano e ele soube colocar esse desejo na sua visão para a América, e pronunciá-lo abertamente e claramente, sem medo. (...)

Trump: "Na América não adoramos o governo, adoramos a Deus".


Muitas vezes no passado, quando eu, Gershon Salomon, falei com os nossos maravilhosos amigos na América, compartilhei com eles o que D-US colocou no meu coração em relação à América: "A América foi fundada por D-US há mais de duzentos anos para ser uma nação que veio do 'Velho Mundo' para estabelecer na América uma nova comunidade baseada em raízes Bíblicas e com uma visão Bíblica para o seu futuro. A América também foi fundada para manter-se estreita e profundamente ligada a Israel, uma vez que ambos os países têm os mesmos valores, para que possam cumprir a sua missão de restabelecer o Reino do D-US de Israel na Terra que D-US nos deu numa aliança eterna. A missão divina eterna de Israel é:
"... ser uma nação santa, um reino de sacerdotes e uma luz para as nações" (Êxodo 19: 5,6, Isaías 42: 2; 49: 6) e compartilhar a Palavra de D-US com o mundo inteiro".
Israel é chamado agora por D-US para completar essa missão. A reconstrução do Templo Sagrado em Jerusalém é a condição para isso, e os Estados Unidos são agora chamados por D-US para ficarem ao lado de Israel para completar a missão que mudará o rosto de toda a Humanidade de acordo com a Palavra profética de D-US na nossa geração (Isaías 2: 2-4; Miqueias 4: 1-4).
Não é um acidente que a América esteja com Israel há tanto tempo. No entanto, os presidentes americanos antes do presidente Trump frequentemente não entenderam que a missão da América em relação a Israel não pode ser cumprida sem reconhecer verdadeiramente a divina missão de Israel entre as nações.
O presidente Obama cometeu um erro profundo ao não reconhecer Jerusalém como a eterna capital de D-US e do povo de Israel, e ao não entender que toda a Terra de Israel foi dada por D-US somente ao Seu povo, Israel, para um propósito eterno. Em vez disso, ele iniciou e apoiou a pressão ímpia sobre Israel para dividir a Terra e estabelecer um Estado ímpio dito "palestino" no meio da Terra Santa de Israel.
O presidente Donald Trump entende o que os ex-presidentes não entenderam: o desejo genuíno do povo americano de se  manter lado a lado com Israel.
O Movimento Fiel do Monte do Templo e da Terra de Israel apela ao Presidente Trump para cumprir completamente todas as suas promessas a Israel. Ele também é chamado a cumprir a expectativa da mudança da embaixada americana para Jerusalém. Essa é uma necessidade fundamental para a América. Ao fazer isso, o presidente Trump será testado por D-US, pela História e pelo povo americano. Exortamo-lo a não temer qualquer oposição que tente pressioná-lo a mudar qualquer das suas promessas, especialmente no que diz respeito a Jerusalém e à sua nova política em relação a Israel. O presidente deve saber que D-US está com ele enquanto ele confiar em D-US e não em poderes humanos, e enquanto cumprir as suas promessas e a sua nova política em relação a Israel.
O Movimento Fiel do Monte do Templo e da Terra de Israel apela ao Presidente Donald Trump para estar com Israel na sua missão de construir o Terceiro Templo Sagrado no Monte do Templo Sagrado em Jerusalém e cumprir o chamado do Senhor de Israel a fazê-lo na vida da nossa geração, sem demora. Será o melhor dia para toda a Humanidade quando Israel convidar o Senhor de Israel e do Universo a habitar em Sua Santa Casa em Jerusalém, no meio da vida de Seu povo, Israel, e de todo o Mundo.
A visão profética de milhares de anos sempre apontou para que na nossa geração se cumprirá o "Fim dos Tempos",  e se abrirá uma era nova e única, uma era de verdadeira paz mundial quando D-US reinar no meio da sua capital em Jerusalém e abençoar toda a Sua Criação. Presidente Donald Trump, leia e dê atenção a esta grande e maravilhosa profecia do Senhor de Israel sobre a nossa geração:
    "E acontecerá nos últimos dias que o Monte da Casa do Senhor será estabelecido no topo dos montes, e será exaltado acima dos montes, e todas as nações fluirão para ele. E muitas pessoas irão e dirão: "Venham, e subamos ao monte do SENHOR, para a casa dos D-US de Jacob; e Ele nos ensinará os caminhos dEle, e iremos nos Seus caminhos; porque de Sião sairão a Torá, e a palavra do Senhor de Jerusalém. E ele julgará entre as nações, e decidirá por muitas pessoas; e elas transformarão suas espadas em arados e suas lanças em tesouras de poda; nação não levantará espada contra a nação, nem mais aprenderá a guerra ... Mas se sentarão cada um debaixo da sua videira e debaixo da sua figueira; e ninguém os temerá; porque a boca do Senhor dos exércitos falou. "(Isaías 2: 2-4, Miquéias 4: 1-4).

Há cerca de um ano, soaram misteriosas trombetas em Jerusalém:

 

 O que foi, não sabemos!

Presidente Trump, o D-US de Israel colocou nos nossos corações compartilhar consigo o seu chamamento para que permaneça com Israel para construir o Terceiro Templo Sagrado em Jerusalém na vida da nossa geração. Este é um óptimo teste para si e para Israel, mostrar a D-US que confiamos no D-US Todo-Poderoso de Israel e do Universo, sem medo da oposição que virá de todos os cantos do mundo. Este também é um teste para toda a Humanidade, que determinará se confiamos em D-US ou confiamos em poderes de carne e osso. Este será o teste mais sagrado de sempre para toda a Humanidade.
O Movimento Fiel do Monte do Templo apela a todos para não temermos nenhum dos inimigos de Israel, mas sim confiarmos apenas no Deus Todo-Poderoso de Israel e nas Suas promessas. Convidamos todos a serem testemunhas de como todos os inimigos de Israel cairão e desaparecerão como poeira no vento, como nos tempos Bíblicos.
Presidente Donald Trump, não perca o convite de D-US para cumprir neste tempo especial. Tenha certeza de que D-US estará consigo, ficará consigo e abençoá-lo-á, exactamente como abençoou outro grande líder em 536 AEC, o Rei da maior potência dessa época, Ciro da Pérsia.
Por favor, dê atenção ao Livro de Ezra na Bíblia Sagrada e leia o que o Rei Ciro fez em seu tempo, o que D-US está agora a convidá-lo a fazer. Leia Ezra 1: 1b-8 e Jeremias 44:28; 45: 1-6:

Esdras – Capítulo 1


1 No primeiro ano do reinado de Ciro, rei da Pérsia, a fim de que se cumprisse a palavra do Senhor falada por Jeremias, o Senhor despertou o coração de Ciro, rei da Pérsia, para redigir uma proclamação e divulgá-la em todo o seu reino, nestes termos:
2 Assim diz Ciro, rei da Pérsia: O Senhor, o Deus dos céus, deu-me todos os reinos da terra e designou-me para construir um templo para ele em Jerusalém de Judá.
3 Qualquer do seu povo que esteja entre vocês, que o seu Deus esteja com ele, e que vá a Jerusalém de Judá reconstruir o templo do Senhor, o Deus de Israel, o Deus que em Jerusalém tem a sua morada.
4 E que todo sobrevivente, seja qual for o lugar em que esteja vivendo, receba dos que ali vivem prata, ouro, bens, animais e ofertas voluntárias para o templo de Deus em Jerusalém.
5 Então os líderes das famílias de Judá e de Benjamim, como também os sacerdotes e os levitas, todos aqueles cujo coração Deus des­pertou, dispuseram-se a ir para Jerusalém e a construir o templo do Senhor.
6 Todos os seus vizinhos os ajudaram, trazendo-lhes utensílios de prata e de ouro, bens, animais e presentes valiosos, além de todas as ofertas voluntárias que fizeram.
7 Além disso, o rei Ciro mandou tirar os utensílios pertencentes ao templo do Senhor, os quais Nabucodonosor tinha levado de Jerusalém e colocado no templo do seu deus[1].
8 Ciro, rei da Pérsia, ordenou que fossem tirados pelo tesoureiro Mitredate, que os enu­merou e os entregou a Sesbazar, governador de Judá.

(...)
No poderoso Deus de Israel, nós confiamos!

Uma chamada de atenção especial para os Amantes de Sião e Israel na América e em todo o mundo:

Como podeis ver, estamos a viver um momento especial na História da Humanidade, em todo o mundo, que nunca ocorreu antes. Esta é a Era que os profetas de Israel chamaram o "Fim dos Tempos".
D-US está a preparar o Seu povo de Israel e do Mundo inteiro para o clímax desta época: a construção do Terceiro Templo Sagrado em Jerusalém, de onde o Senhor de Israel reinará sobre todo o Mundo e toda a Humanidade.
O Movimento Fiel do Monte do Templo e da Terra de Israel está a trabalhar intensamente para responder aos desafios desta época especial. O Movimento Fiel está a trabalhar dia e noite para cumprir os seus dois objectivos principais: Primeiro, atender o chamamento de D-US para reconstruir o Templo Sagrado em Jerusalém sem demora, para ser uma "Casa de Oração para todas as nações" (Isaías 56: 7). Em segundo lugar, atender o chamamento de D-US a Israel para estar pronto para cumprir a sua missão: "... ser uma nação santa, um reino de sacerdotes e uma luz para as nações" (Êxodo 19: 5,6; Isaías 42: 6; 49: 6).
Agora, somos chamados a duplicar os nossos esforços para impulsionar o cumprimento do chamamento de D-US para reconstruir o Templo Sagrado em Jerusalém. Não podemos nem imaginar como será cumprido sem o seu encorajamento, em pé com o Movimento Fiel e ajuda financeira. Juntamente com o Senhor de Israel e com todos vós, podemos fazê-lo, e devemos fazê-lo. (...)


--------------------------------------

Obama reafirmou, como os seus antecessores, que Jerusalém é a capital eterna de Israel, e que a embaixada deve ser mudada para lá. E ninguém se indignou:

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão desactivados pois o blogue está inactivo. As nossas desculpas por qualquer incómodo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.