sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Colheita de 3700 a.C.



'Encontradas 40 vasilhas numa adega de uma antiga cidade cananeia. Análises mostram que vinho tinha ainda mel, menta, paus de canela, bagas de zimbro e resinas.'
in Público

Só é pena não haver nenhuma vasilha intacta. Segundo Assaf Yasur-Landau, da Universidade de Haifa, em Israel, um sismo terá destruído a adega e o salão, com 3700 anos. Para além do interesse histórico de mais esta descoberta arqueológica, há um bónus: "Os investigadores querem analisar melhor a composição deste vinho para tentar reproduzi-lo". Só em Israel :-)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.