quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

VÍDEO: "Palestino" executa israelita, pai de 4 filhos

Itamar Ben-Gal, assassinado por um terrorista palestino em 5 de Fevereiro de 2018, retratado com sua esposa e família.

As câmaras de segurança captaram as imagens do terrorista a esfaquear Itamar Ben-Gal, um pai de quatro filhos. Ben-Gal foi atacado esta segunda-feira, numa paragem de autocarros perto da entrada da cidade de Ariel, na Samaria. Sucumbiu aos ferimentos.


Via WORLD ISRAEL NEWS.

Alguns comentários, que subscrevemos:
- O preço de uma vida judaica foi estabelecido aquando da troca de prisioneiros em que Shalit foi trocado por 1027 terroristas árabes. Comecem a cobrar a dívida dos judeus inocentes assassinados.
- Todos os judeus em Israel deveriam andar com armados. Implementem a pena de morte imediatamente. Um julgamento rápido em tribunal militar, sentença de morte e execução uma hora depois. Depositem corpo do assassino numa sepultura não marcada. Expulsem a família completa e confisquem todos os seus bens.
- Adicionem uma lei que torne o financiamento e o lucro financeiro com o terrorismo ilegais. Ponham fim aos benefícios da Autoridade Palestina, que recompensa os terroristas.
- Os judeus ainda se admiram com o que vai pelo mundo, quando em Israel são tratados assim?

O Holocausto não acabou. Os campos de extermínio fecharam, mas o Mundo continua a exterminar judeus financiando os seus algozes maometanos. Este ataque foi em Dezembro (são muitos, raramente falamos deles, e os media só falam quando os terroristas são abatidos e para condenar Israel):



- Se quiser saber mais acerca do Holocausto em câmara lenta que está a decorrer em Israel e é financiado pelo Mundo, consulte a nossa secção INTIFACADA.
Talvez você seja uma pessoa daquelas que acha que pimenta na língua dos outros é refresco. Está no seu direito, mas fique sabendo que, esteja onde estiver,  o Islão tem para si os mesmos planos que tem para os judeus em Israel.
Está em Portugal? Lembre-se de que os muçulmanos já nos invadiram, e saiba que nós estamos a seguir a Israel na lista de terras a reconquistar e a integrar o almejado Califado Global. Veja o que os bárbaros maometanos dizem (dos líderes ilustres ao mais vulgar):




Não acredita? Acha que eles estão só a brincar? Está no seu direito. Mas se se der ao trabalho de estudar a História e o Islão verdadeiro, e não o que os media lhe vendem, verá que temos razão. Consulte a nossa secção Islão - O que o Ocidente Precisa Saber, que já é um bom começo.
Também é possível que você seja daquelas pessoas que acham que os judeus, para não serem mortos como tordos, teriam "apenas" que abandonar a sua pequenina Terra, que Deus deu a Abraão há 5 mil anos, de onde são o povo nativo e onde permanecem ininterruptamente há mais de 3500 anos.


 Israel (vá buscar a lupa) e o mundo islâmico:


Não está mal visto. Nessa ordem de ideias, os franceses, os belgas, os americanos, os canadianos, os brasileiros, os portugueses, enfim, todas as nações não islâmicas que estão a ser colonizadas pelo Islão, devem fazer o mesmo!
Se o Islão reivindica para si uma terra, os nativos devem sair, por uma questão de boa educação e para evitar chatices. É certo que o Islão, desde as suas origens, se expande e visa o domínio global, mas que diabo, sempre temos a Lua, que até é perto e bom caminho. Ou o fundo do mar, se eles deixarem.


O Islão é Ódio.


Com a presente invasão islâmica do Mundo Livre, os judeus são atacados em qualquer parte do Mundo. No mesmo dia em que Ben-Gal era assassinado à facada em Israel, um anti-semita tentou atropelar um judeu ortodoxo e uma criança numa rua em Antuérpia:


Este ataque está longe de ser um casos isolado. Os ataques anti-semitas têm crescido exponencialmente na Europa, nos Estados Unidos, no Canadá, em todos os países onde os judeus não foram exterminados e na proporção em que começaram a receber colonos muçulmanos.
De vez em quando noticiamos alguns casos, apenas a título de ilustração, de uma calamidade global que visa os judeus (isso era o menos, é claro!) mas também visa os seres humanos propriamente ditos. O que é um bocadinho aborrecido, parecendo que não.

Não diga mais! A culpa é dos judeus! Para evitar serem atacados deveriam era ir todos para Israel!

.........................................................................
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários estão desactivados pois o blogue está inactivo. As nossas desculpas por qualquer incómodo.

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.