sábado, 28 de maio de 2016

Universitários americanos doam ao "Hamas"


Neste blogue, sem sermos de modo algum exaustivos, temos até agora 65 posts dedicámos ao bando terrorista islâmico HAMAS, que a esquerda adora.

- Texto do canal YouTube Tradutores de Direita:
«Ami Horowitz, cineasta documentarista norte-americano, foi até à sede do BDS nos EUA — a Universidade Estadual de Portland (Oregon) — para saber até que ponto os justiceiros sociais estão dispostos a levar a sua luta contra Israel. Horowitz se apresenta a alunos da Universidade como representante de uma organização fictícia chamada “Amigos do Hamas nos EUA” e pede doações financeiras para a sua causa. Horowitz deixa bem claro que o propósito da organização é ajudar o Hamas a “varrer Israel do mapa”. No vídeo, Horowitz justifica as ações terroristas do Hamas, dizendo que o terrorismo é o “F15 dos pobres” e a única maneira pela qual os palestinos podem lutar pelos seus direitos.

Todas as pessoas abordadas por Horowitz eram universitários de clásse média e com alto nível de escolaridade. Não obstante, vários se comprometem a ajudar a organização terrorista financeiramente, mesmo após serem informados de que seu dinheiro seria usado para matar civis israelenses. O experimento, portanto, refuta o mito de que o terrorismo somente faz adeptos entre os pobres e ignorantes e demonstra como o mundo acadêmico ocidental se tornou um ambiente favorável à disseminação de ideias radicais — uma consequência da ocupação progressista das instituições de ensino.

Confirma-se, uma vez mais, o modus operandi da esquerda “paz e amor” que exalta a suposta nobreza de seus propósitos a despeito da torpeza de seus métodos. O experimento desmascara os travestís da justiça social, cuja mentalidade revolucionária não conhece limites na luta pela implantação de seus ideais e na qual os fins justificam os meios.

O Movimento BDS (Boicote – Desinvestimento - Sanções) é uma campanha global de resistência contra o Estado de Israel. Lançado em 2005, o movimento tem se tornado popular nos campi universitários dos EUA e da Europa e conta com o apoio de centenas de organizações pró-Palestina. O BDS visa enfraquecer a economia israelense atuando em três diferentes níveis:

1) Sociedade civil: promovendo a cultura de boicote a produtos e serviços israelenses pela militância de movimentos sociais e grupos estudantís.
2) Empresas e instituições financeiras: promovendo o abandono de investimentos em Israel.
3) Governos locais e organizações internacionais: promovendo sanções econômicas contra o Estado de Israel.»

SIMPATHY FOR THE DEVIL - A camarada Marisa Matias e o embargo de armas para Israel, pretendido pelos terroristas do Bloco de Esquerda. Mais uma tentativa de concretizar a Solução Final. Armados, os judeus defendem-se e sobrevivem. Desarmados, são extintos.

Porque é que a Esquerda odeia Israel

Porque é que a Esquerda Odeia Israel - BREIBART

Odiadores de Israel - DO MAL O MENOS!

MRPP apoia o Massacre de Paris (estes nem disfarçam)!


A Esquerda, o seu eterno amor aos criminosos e aos terroristas, e o seu ódio à Verdade e ao Bem.


Alguns heróis da Esquerda

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.