quarta-feira, 25 de maio de 2016

Barbárie islâmica: ISIS executa 25 espiões por imersão em ácido nítrico





As câmaras de filmar instaladas na jaula, testemunham o horror.

A organização terrorista, que amplia permanentemente os limites da sua própria barbárie, quis desta vez  enviar uma mensagem aos seus adversários encarcerando 25 iraquianos e atirando-os para um tanque cheio de ácido.

As vítimas, acusadas ​​pelos terroristas de espionagem a favor do governo iraquiano, foram friamente executadas em Mosul, no norte do Iraque, informou a IraqiNews, agência de notícias local.

Uma testemunha que pediu anonimato informou que os 25 alegados "espiões" foram amarrados e imersos, vivos, numa grande bacia, até se dissolverem.

O tanque continha ácido nítrico, um líquido fumegante com odor pungente e extremamente corrosivo.

A substância é geralmente utilizada para a produção de nitrato de amónio, que pode ser usado para fazer fertilizantes, mas também explosivos.

As execuções ocorreram em Mossul, após vários ataques contra a capital, Bagdad, enquanto o ISIS/Daesh espera recuperar de uma série de derrotas militares no país.

De acordo com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos, os combatentes islâmicos perderam o controle de quase 40% do território que detinham no Iraque e cerca de 10% na Síria.

Além das decapitações e de outras execuções públicas, o ISIS/Daesh multiplicou ultimamente as atrocidades e meios de tortura contra os seus oponentes. Em 10 de Maio, todos os membros de uma família iraquiana que tentaram fugir de uma cidade controlada pelos terroristas, foram queimados vivos em público, como forma de aviso à população. Antes, outros tinham sido já enterrados vivos enquanto tentavam, também, escapar do jugo de jihadistas.
- Esta notícia chegou-nos através da newsletter da EUROPE-ISRAEL.

 http://www.europe-israel.org/
 

Os planos de expansão do Califado Islâmico:
 

Ataques como os de Londres, Madrid, Paris ou Bruxelas são apenas o prelúdio.


---------------------------------------

BREVES CONSIDERAÇÕES SOBRE MAIS ESTE RELATO DAS ATROCIDADES DO NOVO CALIFADO, QUE ALASTRA DIARIAMENTE E SE APROXIMA DA EUROPA A PASSOS LARGOS (ALIÁS, ELES JÁ CÁ ESTÃO):

- Se é assim que eles tratam os outros muçulmanos, imagine como estão a tratar os não muçulmanos, nomeadamente os cristãos! Não nos temos cansado de avisar que está em curso o maior Holocausto da História.
 


 Como qualquer déspota terceiro-mundista, anda na boa-vai-ela enquanto o mundo arde.
 

- Enquanto Bruxelas era atacada pelo ISIS, o terrorista da Casa Branca dançava o tango na Argentina. O líder do Mundo Livre (!!!) não pode estar-se mais nas tintas para a sorte das vítimas do islamismo.

O muçulmano Barack Hussein nem considera genocídio o massacre sistemático das populações cristãs em territórios conquistados pelo ISIS!  


Crucificações, decapitações, sangue Cristão a escorrer pelas ruas, não são suficientes para que Obama e o seu gangue declarem o Genocídio dos Cristãos. Walid Shoebat, que foi terrorista islâmico "palestino" e é hoje cristão e amigo de Israel, dedica a sua vida a salvar os cristãos perseguidos.  

- Ao contrário do que aos media esquerdistas/filo-muçulmanos propalam, os terroristas do ISIS são recebidos com amplo apoio popular nas áreas "libertadas":


 

O ISIS goza do apoio entusiástico das populações muçulmanas, que ajudam a conduzir os terroristas aos esconderijos dos "infiéis", para que possam ser exterminados.


- Ao contrário do que aos media esquerdistas/filo-muçulmanos propalam, a grande maioria da população islâmica global apoia o ISIS, a lei sharia e o Califado Global - com tudo o que isso implica para nós, os "infiéis", condenados ao massacre.  



Alguns dados sobre o apoio dos muçulmanos ao chamado terrorismo islâmico, que mais não é do que a essência do Islão, a Jihad, ou "guerra santa":

   

Como podemos constatar nesta imagem, os milhões de muçulmanos que aportam à Europa são claramente criancinhas, mulheres e velhinhos sírios.




Fique atento, porque em breve vamos mostrar muito mais. - Você já ouviu alguma condenação dos partidos de esquerda às atrocidades do ISIS ou de outros grupos islamistas? Nós não! Pelo contrário, temos ouvido rasgados louvores ao Hamas, Hezbollah, Fatah, aos que  têm como objectivo exterminar os judeus. 

  - Em Portugal temos até um partido político que apoia o ISIS, pela voz do seu secretário geral, o diabólico Arnaldo Matos:






O psicopata Arnaldo Matos (ao centro) aplaudiu o Massacre de Paris:  «Não são fanáticos: são franceses patriotas em luta contra o imperialismo francês», disse o monstro. 
Mas o MRPP foi mais longe e disse como entende a morte de uma centena de pessoas «que julgam ter o direito de se poderem divertir impunemente no Bataclan»: «atenção: não só não foi um massacre, como foi um acto legítimo de guerra».

Muito se devem divertir os bandidos do MRPP a verem os desgraçados acima a derreterem em ácido! A canalha hippie-halal do Louçã e outros bandalhos que tais, também devem gozar bastante, mas ainda não desenvolveram a frontalidade do Grande Educador da Classe Operária.



E não são presos, estes indivíduos! 
O estado a que isto chegou...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.