sexta-feira, 14 de abril de 2017

Google/YouTube a caminho da censura total


Jamais as pessoas tiveram a possibilidade de fazer circular a informação, como agora, que temos a Internet. Hoje é possível saber quais os jornalistas e os políticos que mentem. E são quase todos. Hoje é possível sair do condicionamento ideológico em que até aqui fomos mantidos (ou, como se diz em linguagem alegórica, "sair da Matrix").
Graças ao poder da Internet, milhões de pessoas estão a deixar de consumir a banha da cobra que lhes era servida. Graças ao poder da Internet,  TRUMP foi eleito, esmagando os jornaleiros das fake news, das calúnias, das sondagens falsas, da promoção da agenda islamista, esquerdista e globalista.

Trump venceu - Contra a Nova Ordem Mundial

As forças do Mal estão desesperadas. O Povo está acordar. E estão a fazer de tudo para voltar a adormecê-lo. Daí que o garrote da censura esteja a ser apertado. Primeiro lentamente, mas quando dermos por nós, estaremos silenciados.
É por isso que escrevemos muito, demasiado, com sentido de urgência, ainda que sabendo que dificilmente as pessoas lêem posts longos. É por isso que, contrariados, damos prioridade a notícias más, quando do que gostamos é de notícias boas.
Queremos gritar a VERDADE aos quatro ventos, enquanto podemos. O seguinte vídeo começa com uma declaração do Nando Moura e depois mais uma peça demolidora do John Paul Watson:

   

Aliás, basta dar-se uma volta por este blogue para se ter uma ideia da quantidade de vídeos que os islamofascistas do Google/YouTube CENSURAM!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seja bem-vindo a esta caixa de comentários quem vier por bem.